Baú da Adriana: Top 10 Séries da Minha Infância


 


.
.

1.Mulher Maravilha

 

Adorava!!!! Tinha verdadeira paixão por essa série! Adorava quando a Mulher Maravilha usava seus braceletes mágicos, sua tiara e o laço mágico. E o avião invisível? Meu sonho! Mas meu momento favorito era a hora em que Diana Prince se transformava em Mulher Maravilha. Ela girava, girava, girava… amava! Tinha tudo o que vocês possam imaginar desse personagem.  Confesso que bem recentemente adquiri a coleção de DVD para matar a saudade.
.
.

2. A Feiticeira

 


Outra série que eu era alucinada. Amava a Samantha, Tabitha e a Eudora (mãe da Samantha). Só tinha uma frustração: por mais que eu tentasse, não conseguia mexer meu nariz como a personagem principal. Ficava arrasada por isso. rsrsrsrs
.
.

3. Jeannie, é um gênio

 


Morria de rir com as confusões em que Jeannie metia o Major Nelson. Adoro a música tema até hoje.
.
.

4. As Panteras

 


Toda menina sonhava ser uma das Panteras. Minha favorita era a Kelly. As primeiras temporadas foram as melhores. Depois começou um tal de mudar as integrantes que ficou difícil de acompanhar.
.
.

5. Ilha da Fantasia

 


“Aqui é o Sr. Roarkie. Bem-vindos a Ilha da Fantasia!” Na Ilha da Fantasia qualquer desejo poderia se tornar realidade. Adorava assistir! Mas confesso que tinha um pouco de medo do Tattoo.
.
.

6. Batman

 


Adorava que nas cenas de brigas apareciam umas legendas muito trash tipo: “pow”, “carsh”, “Uff” , “boing”. Era muito fã da Mulher Gato  e da Batgirl!
.
.

7. Hulk

 


Morria de medo na hora da transformação. Gente, ficava em pânico! E minha irmã mais velha quando queria me atormentar dizia que tava virando Hulk. Mas mesmo assim não consegui parar de ver. O final era sempre meio tristonho.
.
.

8. Agente 86

 

Quem não deu boas gargalhadas com as trapalhadas do agente secreto do Controle Maxwell Smart, que junto com sua parceira, a Agente 99, estava sempre encrencado com as tramoias da organização Kaos. A série, criação de Mel Books, foi exibida no auge da Guerra Fria e era também uma grande sátira dos filmes de 007. Para se livrar dos perigos, o Agente 86 sempre se utilizava dos engenhosos apetrechos criados pelo Controle, aonde o mais famoso era o seu sapato que se transformava em telefone.
.
.

9. Perdidos no Espaço

 

Perigo!Perigo!Perigo! Era com esse alerta que a família Robson sabia que estava em sérios problemas, sempre ocasionados pelas armações e trapalhadas criadas pelo Dr Smith, um integrante trapaceiro e metido a malandro, que fazia parte da tripulação da nave dos Robsons, que após um acidente espacial fica presa num planeta perdido.
.
.

10. O Homem de Seis Milhões de Dólares

 

Após um gravíssimo acidente em sua nave quando retornava à terra, o astronauta Steve Austin é submetido à uma cirurgia que ao salvar sua vida acaba transformando-o num cyborg, o Homem Biônico. Steve é um homem com habilidades superiores aos simples mortais. Corre mais rápido que qualquer velocista, pula mais alto que uma vara do Serguei Bubka e tem uma visão superior a qualquer ser normal. Agente do governo, o Homem Biônico cumpre inúmeras missões, que acabam por sempre colocá-lo em perigo, mas suas habilidades sempre o tiravam das piores situações. Acabou gerando uma outra série, a “Mulher Biônica”.


Palpites para este texto:

  1. É tão engraçado rever essas séries. Hj me sinto meio retardada por ter tido meso Hulk. rsrsrsrs

  2. O Homem de 6 milhões de Dólares foi o ídolo da minha infância. Tinha até o boneco. Um belo diam eu tinha uns 7 anos, Lee Majors veio ao Brasil para fazer um filme(horroroso) em Angra dos Reis. Ele estava hospedado em um hotel próximo da casa em que eu estava. Sonhava em conhecê-lo. Houve uma festa no hotel e ele supostamente iria estar presente. A festa tinha gente pra burro. Me deram um pedaço de bolo para entregar para ele na festa e me fizeram decorar a seguinte frase: “Mr Majors, for you. Give-me a photo, please”.

    Fiquei 30 minutos decorando essa frase shakeasperiana. Andei pela festa que nem um louco, esbarrando em uma multidão e nada de encontrar o Lee Majors, e lá eu ia que nem um bobo com aquele prato de bolo na mão. Fiquei frustradíssimo de não encontrá-lo. Então um sujeito veio por trás e acariciou minha cabeça, Estava tão desolado que nem olhei para trás para ver quem era.

    Quando cheguei nos adultos, eles eufóricos: – Você viu quem passou a mão na sua cabeça? O Lee Majors!!!!

    Eu queria morrer! Voltei desesperado para a festa, rodei,rodei e não consegui encontrá-lo. Voltei do fim de semana sentindo uma frustração gigantesca.

  3. No meu top 10 teria “Túnel do Tempo”(amava!), “Terra de Gigantes” e “Viagem ao Fundo do Mar”, “Daniel Boone”(tinha até aquele chapeuzinho), “Starky e Hutch”(tinha o carro deles em matchbox)

    Lembro de outras(embora não estivessem no meu Top 10):”A Família Walton”, “Família Dó-Ré-Mi”, “O Homem do Fundo do Mar”, “O Homem Invisível”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31