Botequim Cultural em SP – Crítica: Pobre Juan, uma Parrilla Argentina


 

O Botequim Cultural saiu do Rio de Janeiro e foi passar uns dias em São Paulo para apreciar o melhor que São Paulo tem a oferecer na cultura e na boa gastronomia. Primeira parada: Pobre Juan, uma autêntica parrilla argentina.

O Pobre Juan tem 3 filiais em São Paulo e 1 em Brasília. Fui visitar ao restaurante localizado no Shopping Cidade Jardim. Foi nos dado a opção se queríamos “vista para o mar”, bem, na verdade era vista para o Rio Pinheiros. O restaurante fica no 3º piso do shopping, bem embaixo da Daslu, é bem amplo e profundo e com um pé direito gigantesco. Na entrada um piano de calda, de qualquer ponto consegue-se avistar os parrilleros trabalhando as carnes e os chorozos. Só me incomoda à noite ser muito escuro, difícil para ler o cardápio.

Para beber, uma jarra de Clericot.

meu clericot, numa foto tirada do meu celular

O couvert é formado por 4 tipos pães, manteiga, azeitonas pretas, molho à campanha(vinagrete em São Paulo), patê de gorgonzola e pasta creoula. Bom, normal, nada a acrescentar.

De entrada a Adriana pediu ½ porção de empanada e eu um chorizo. Ambos muito, mas muito bons mesmo. Diria que excelentes.

Prato principal a Adriana foi no pollo e eu no bife de chorizo. De acompanhamento pedimos uma farofa de huenos e papas souflê provençais. A farofa de huevos veio em uma panelinha bem charmosa, mas desafio alguém a achar uma “farofita de huevos” em Buenos Aires, em quem encontrar eu dou um doce, recordo-me de um turista brasileiro que conheci em Buenos Aires que ao pedir tal iguaria de origem indígina ouviu do garçon: “- una farofita você vai comer lá no Brasil!”. A papa souflê provençal, para quem não sabe, a diferença é que vem acompanhada de alho e salsinha deixando-a mais temperadinha. A Adriana elogiou bastante seu pollo bebê, realmente estava bonito e a porção era extremamente farta. Quanto ao meu bife de chorizo o tamanho era igualmente generoso, com aquela gordurinha lateral para me causar aquele frisson de prazer. Estava bom o bife de chorizo, mas comi melhores em Buenos Aires.

bife de chorizo

Por fim na sobremesa, já completamente grogues com a fartura e a quantidade que comemos, resolvemos dividir um churros com doce de leite.

Começamos bem, com uma farta e boa refeição, para me lembrar de “mi Buenos Aires querido”. O preço da farra: R$ 287,32

Pobre Juan –

  • Cidade Jardim – Shopping Cidade Jardim 3º piso – São Paulo
  • Higienópolis – Rua Tupi 979 – São Paulo
  • Vila Olímpia – Rua Com. Miguel Calfat, 525 – São Paulo
  • Shopping Iguatemi Brasília 1º piso – Brasília

Palpites para este texto:

  1. Acredito que o mar a que referiam era ao “mar de carros” que vc enxerga na marginal por causa do trânsito. É como nos jornais locais, que não da TV Globo, perguntarem ao repórter: como está o mar aí de cima…

  2. Adorei!! Não pude conhecer o de SP mas agora vou conhecer esse do RJ..Morri de rir com a parte do Roberto Medina falando do rock in rio e do “meu Deus, que cardápio foi esse que me deram? Kkkkkkkkk..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31