Congresso da ABRAJI 2014: Diário de Bordo – 1ª Parte


 

mmabraji10

Por Adriana Mello.

Mario Magalhães é hoje um nome de referência no Brasil quando o assunto é biografia. Em 2012, após quase 10 anos de trabalho lançou “Marighella, o Guerrilheiro que Incendiou o Mundo”, que ganhou os mais importantes prêmios literários do país nesses últimos 2 anos. Aliás, não custa lembrar com uma enorme ponta de satisfação que o primeiro prêmio do livro foi na 1ª edição do Prêmio Botequim Cultural. Recentemente Mario também foi figura de proa na polêmica relacionada com a autorização para publicação de biografias, a partir do posicionamento, digamos que reacionário, por figuras importantes da MPB aglutinados na malfadada organização Procure Saber. Polêmica esta que teve nos seus movimentos iniciais declaração de Djavan falando das fortunas que os biógrafos lucravam com a vida alheia, no que foi rebatido por um brilhante artigo de Mario demonstrando que ao contrário do que afirmava o compositor alagoano, no seu caso inclusive, escrever biografia foi uma decisão, embora consciente, que levou a diminuição do seu padrão de vida.

Em sua palestra, “Biografia: métodos e narrativas” Mario Magalhães relatou em detalhes todos os desafios que enfrentou para escrever a biografia de Carlos Marighella, a partir de 300 entrevistas,  1000 horas de entrevista e muita pesquisa. “A biografia se encaixa perfeitamente no gênero mais nobre do jornalismo: a reportagem”.

Mario contou que em uma biografia é necessário responder 6 questões básicas: quem? O que? Quando? Onde? Como? Por que? E as respostas estão nas 550 páginas do livro.

O autor contou que os métodos adotados por jornalistas para escrever uma matéria são os mesmos de uma biografia. São 5 passos: ideia, consolidação de pauta, apuração, redação e edição. “Às vezes, a gente consegue separá-los, na reta final, é impossível dividi-los. Mas esses passos ajudam a gente a planejar uma empreitada como essa”

Após escolher Marighella como tema, Mario contou que não pediu autorização e ninguém para escrever o livro.

Nós aqui do Botequim Cultural somos muito fãs do Mario Magalhães. Foi um prazer a acompanhar sua palestra. Mario deu um show de simpatia, cativando todos os presentes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031