Crítica: Deixe a Neve Cair


 

Por Adriana Mello.

Ainda encantada com “A Culpa é Das Estrelas”(do qual falamos AQUI), comprei “Deixe a Neve Cair” ao ver que John Green era um dos seus autores. O livro traz três contos que se passam na noite de Natal, escritos, além de Green, por Mauren Johnson e Lauren Myracle. Lançado pela editora Rocco o livro reúne 3 escritores de grande apelo editorial junto ao público mais jovem, cada um deles é responsável por um conto que no fim se torna uma história só.

O primeiro conto, “O Expresso de Jubileu”, ficou a cargo de Maureen Johnson. Nele, acompanhamos a história de Jubileu, uma adolescente, que é obrigada a mudar seus planos para o Natal e embarcar em um trem rumo à Flórida. O trem de Jubileu atola na neve e ela decide deixar o trem e se refugiar em uma Waffle House onde conhece Stuart, um jovem que se recupera de uma desilusão amorosa.

O segundo conto, “O Milagre da Torcida de Natal” é escrito por John Green, atual queridinho de todos, conta a história de três amigos, Tobin, JP e Duke (que apesar do nome, é uma menina) que estão passando a véspera de Natal assistindo a uma maratona de filmes de James Bond quando recebem a ligação de Keun, funcionário da Waffle House (a mesma do primeiro conto) contando que o lugar está cheio de líderes de torcidas.  Mas o que era para ser um curto trajeto da casa de Tobin até a Waffle House, torna-se uma aventura por causa da nevasca. Uma aventura com direito a perseguição e romance.

Lauren Myracle é a responsável pelo terceiro e último conto do livro, “O Santo Padroeiro dos Porcos”.  A jovem Addie está arrasada com o término de seu namoro.  Ela precisa mudar suas atitudes e provar que não é uma menina mimada e egoísta. Mas para isso terá que atravessar a maior nevasca dos últimos tempos.

O resultado final dessa concha de retalhos é lamentável. Em defesa do livro, devo dizer que não sou uma grande entusiasta de contos(salvo raras exceções) . Com “Deixe A Neve Cair” não foi diferente. Achei chato, maçante, oportunista, por vezes mal escrito e nenhum dos contos conseguiu prender minha atenção. Ah! O conto do John Green (autor pelo qual comprei o livro) foi o pior deles. Foi um livro bem difícil de terminar, em vários momentos pensei em desistir.

A maioria esmagadora da resenhas que li foram positivas ao livro. Mas comigo, não foi assim e “Deixe a Neve Cair” entrou para minhas cotações como um dos piores livros do ano. Uma pena. Só dou uma estrela, pois não tem uma cotação inferior.


Palpites para este texto:

  1. Concordo estou lendo Deixe a neve cair e eu acho que nunca li um livro tao sem graça nao consigo me concentrar no livro me arrependi de ter começado

  2. Mediante a isso ja li varios livros mas voce poderia me indicar alguns livros que voce acha interessante eu ja li todos oa outroa do john green ,kiera cass,talita rebolsas e etc…vc tem alguma sujestao?

  3. Comecei o livro a menos de uma semana e a leitura está muito massante, cansative e nada empolgante. Me decepcionei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

julho 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031