Crítica: Era Pra Ser um Stand Up


 
Foto Ernane Pinho

Foto Ernane Pinho

Por Renato Mello.

O Teatro Candido Mendes apresenta somente até o próximo dia 04 de fevereiro a comédia romântica “Era Pra Ser um Stand Up”, sempre às quartas e quintas-feiras.

Com direção de Wendell Bendelack a partir do texto de Pedro Henrique Vasconcellos, narra a história de Lelê(Vitor Lamoglia) e Rossana(Thati Lopes), um casal que como define sua sinopse oficial, “vive às turras desde a primeira vez que se encontraram, mas não vai ter rixa  entre stand-up e teatro, visões de mundo diferentes ou piadas que vão impedir a afinidade entre os dois” .

Era Pra Ser um Stand Up” é um espetáculo desprovido de pretensões, mas se realiza no momento que cumpre com eficiência sua proposta de divertimento descompromissado, o que não deve ser encarado pejorativamente e sim como um mérito.

Embora seja possível perceber algumas lacunas no texto de Pedro Henrique Vasconcellos, que por vezes tem dificuldade de seguir um rumo, consegue ainda assim um resultado final satisfatório pelo modo como insere o conflito entre uma atriz “purista” e o pretenso ator que “invade” o seu sacrossanto universo teatral, através de uma dramaturgia que brinca com as possibilidades que a arte teatral proporciona e busca com eficiência as zonas do humor.

Extravasando seu profundo desprezo pelo stand up, Rossana diz:

Stand up não é teatro! Stand Up tem cenografia, iluminação, figurino, direção de movimento, preparação vocal, diretor de palco , direção musical encenação?

Os diálogos afiados utilizam a poderosa arma do humor para travar uma discussão interessante sobre tema que na verdade nem deveria ser objeto de discussão. Mas é. Um latente preconceito que ainda teima em rondar a classe teatral sobre um gênero teatral tido como “menor”.

Wendell Bendelack demonstra estar muito à vontade dentro da proposta e realiza uma direção que vai de encontro às necessidades do espetáculo. Sabe como e para onde levar seus atores para que absorvam todas as possibilidades do texto, mas ao mesmo tempo nota-se uma preocupação em não estreitar-lhes as opções e aproveitar a natural espontaneidade de Vitor e Thati, principalmente nos momentos em que colocam abaixo a 4ª parede.

Vitor Lamoglia e Thati Lopes são a alma pulsante de “Era Pra Ser um Stand Up”. Dois atores com imensa capacidade de lidar com a arte do humor, comunicativos, expressivos, com domínio corporal e vocal, que travam um eficiente jogo cênico ao explorarem distintos registros para cada um dos seus personagens. Suas atuações tem responsabilidade direta no grande acerto que resultou esse espetáculo, através da força com que conduziram todas as intenções da dramaturgia e ao mesmo tempo demonstram estarem abertos para o que acontece à margem da encenação.

Se stand up não tem cenografia, iluminação ou figurino, como Rossana afirma, é necessário frisar que “Era Pra Ser um Stand Up” tem uma direção de produção bem cuidada por Renata Campos, contribuindo para a construção da atmosfera necessária da história a ser contada, mesmo que o espaço físico do Teatro Cândido Mendes seja um permanente desafio para aspectos cenográficos e mesmo para um desenho de uma iluminação mais complexo. Seus figurinos e cenários justamente parecem querer brincar com esse contraste entre ambos os universos teatrais, totalmente de acordo com a proposta apresentada.

Era Pra Ser um Stand Up” propõe uma discussão com alegria e muito humor. Daqueles espetáculos que nos fazem deixar o teatro leves e felizes.

Foto: Renato Mello

Foto: Renato Mello

Era Pra Ser um Stand Up

Local: Teatro Cândido Mendes
Endereço: Rua Joana Angélica, Nº63 – Ipanema.
Sessões: Quarta e quinta às 21h
Período: 06/01 a 04/02
Elenco: Thati Lopes e Vitor Lamoglia
Direção: Wendell Bendelack
Texto: Pedro Henrique Vasconcellos
Classificação: 14 anos
Entrada: R$ 40,00 (Inteira) e R$20,00 (Meia Entrada)
Gênero: Comédia romântica
Duração: 60 minutos
Capacidade: 103 lugares


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30