Crítica: Esse Vazio


 
4_Sávio Moll_Daniel Dias da Silva_Gustavo Falcão_crédito Daniel Moragas da Costa

Foto: Daniel Moragas da Costa

Por Renato Mello.

O texto do autor e diretor argentino Juan Pablo Gómez, “Esse Vazio”(“Un Hueco”), ganha pela primeira vez uma montagem em palcos nacionais sob a direção de Sérgio Módena para uma temporada que se estenderá até o dia 13 de junho no Teatro Glaucio Gill, Copacabana.

Juan Pablo Gómez montou “Un Hueco” originalmente em 2009, tendo desde então realizado várias temporadas com reconhecimento da crítica local e recebido vários prêmios, firmando o autor como um dos mais relevantes nomes do denominado circuito off teatral argentino. A partir da tradução de Daniel Dias da Silva, “Esse Vazio” aporta na temporada carioca para narrar  uma história que se passa em um “vestiário masculino de um pequeno clube de uma cidade do interior  para o encontro de três amigos de infância: Hugo, Lucas e Max. A razão da reunião é triste: na sala ao lado, Matias, o quarto integrante do grupo, está sendo velado“. Entrincheirados, travam um embate íntimo desnudando suas relações a partir do compartilhamento de suas visões de mundo num momento de afloramento emocional desencadeada pelo sentimento da perda.

8_Sávio Moll_Daniel Dias da Silva_Gustavo Falcão_crédito Daniel Moragas da Costa

Foto: Daniel Moragas da Costa

O texto de Juan Pablo Gómez tem uma boa construção a partir do contraste de um ambiente frio e impessoal para o irromper emocional de três personagens que se deparam com um enorme abismo os separando, assim como delineia com bom proveito dramatúrgico 3 personalidades distintas que acabam complementando-se e por consequência, antagonizando-se. Porém a montagem proposta por Sérgio Módena, a quem reputo como um dos melhores encenadores do teatro carioca, carece de uma maior pulsão para dimensionar a carga emocional necessária, não atingindo o  aprofundamento das entranhas sentimentais de personagens paralisados e aprisionados em seus mundos vazios.

O contraponto dos personagens são explorados com adequação e os atores estabelecem um bom jogo cênico, apesar da força dramática diluir-se um pouco por uma certa frieza na construção cênica. Max(Daniel Dias da Silva) tem um perfil emocional mais exteriorizado, que por vezes o ator acentua acima do necessário. Lucas(Sávio Moll) se ampara na utilização de muletas para conter o extravasamento dos seus sentimentos. Moll consegue imprimir sutileza e delicadeza para uma atuação bastante eficiente. Hugo(Gustavo Falcão), cosmopolita, fóbico, imprime uma superioridade para ocultar seus complexos e tem a função dramatúrgica de ser o agente desencadeador da desestabilização. Uma atuação correta, realçando as contradições de seu personagem. Gustavo Falcão  que ano passado me impressionou muitíssimo por seu desempenho brilhante em “Race”.

6_Sávio Moll_Daniel Dias da Silva_Gustavo Falcão_crédito Daniel Moragas da Costa

Foto: Daniel Moragas da Costa

O diretor utiliza-se de um recorte central do palco do Glaucio Gill aonde a   cenografia de Claudio Bittencourt concebe com eficiência  a impessoalidade de um vestiário esportivo masculino. O cenário proposto é simples, mas eficiente dentro da necessidade cênica, com armário e bancos sobre um tapete reproduzindo o piso de um vestiário.

Os figurinos de Victor Guedes tem a capacidade de diferenciar o perfil de cada personagem através do desenho de cada terno, contribuindo positivamente para o processo de composição dos atores.

Esse Vazio” é um bom espetáculo, mas deixa a sensação que não foram exploradas todas as possibilidades que o texto proporciona.

FICHA TÉCNICA
Direção: Sergio Módena
Texto: Juan Pablo Gómez (em colaboração com Patrício Aramburu, Nahuel Cano e Alejandro Hener)
Tradução: Daniel Dias da Silva
Elenco: Gustavo Falcão, Daniel Dias da Silva e Sávio Moll
Cenário: Claudio Bittencourt
Figurinos: Victor Guedes
Iluminação: Tomás Ribas
Programação visual: Gamba júnior
Design do projeto: Antonia Muniz
Assist. Direção / Fotos de Divulgação / Stand-in: Daniel Moragas da Costa
Mídias Sociais: Rafael Teixeira
Direção de produção: Daniel Dias da Silva e Gustavo Falcão
Realização: Territórios Produções Artísticas

SERVIÇO
Espetáculo: Esse Vazio
Temporada: De 7 de maio a 13 de junho de 2016.
Local: Teatro Glaucio Gill (Praça Cardeal Arcoverde s/n – Copacabana).
Informações: (21) 2332-7904 | 2332-7970
Dias e horários: Sábados, domingos e segundas, às 20h.
Capacidade: 102 lugares.
Duração: 60 minutos.
Classificação indicativa: 12 anos.
Gênero: Drama.
Ingressos: R$40 (inteira) e R$20 (meia).
Horários da bilheteria: De segunda a domingo, das 16h às 20h.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031