Crítica: O Branco dos Seus Olhos


 

OBranco_fotoAnaRovati_10-lr

Por Renato Mello.

Após uma exitosa passagem pelo SESC Copacabana, o espetáculo teatral “O Branco dos Seus Olhos”, com direção de Alexandre Mello, reestreou no Teatro Poeira, Botafogo, com sessões às terças e quartas-feiras, numa temporada que se estenderá até o dia 26 de fevereiro.

A peça tem como elo central o personagem Lauro(Fabiano Nunes). É em torno dele e por causa dele que se dá um encontro surpreendente entre Karina(Amanda Vide Veras) e Raquel(Karine Telles). Karina, jovem de origem interiorana, marca um encontro com Lauro, seu amigo de infância dos tempos que moravam em Vassouras, via Facebook. Ao chegar no apartamento de Lauro encontra inesperadamente Raquel, sua esposa. Alta executiva do mercado financeiro, Raquel é transferida para Buenos Aires e com seu poder de persuasão convence com que Lauro a siga para a nova cidade, seduzindo-o com a possibilidade de realização de alguns dos seus maiores desejos profissionais como bailarino. É no ambiente do apartamento do casal que se dá um interessante embate entre essas duas mulheres, aparentemente tão opostas em suas personalidades e ambientes sociais, em meio a um jogo cruel e passional em torno de Lauro.

O primeiro aspecto que chama a atenção nessa montagem é q excelente  dramaturgia assinada por Álvaro Campos. Impressiona saber que trata-se de seu primeiro texto teatral, embora venha com uma certa bagagem da área televisão em seu currículo. É extraordinário como Álvaro constrói uma carpintaria dramatúrgica com uma grande solidez, com as camadas sendo sobrepostas uma as outras, de maneira linear e ritmada, mas sempre de maneira inquietante, gerando aquela sensação no espectador de querer saber o que vai acontecer logo a seguir. Consegue ser surpreendente sem apelar para fórmulas e clichês. Um texto tão maduro e com diálogos fortes já num trabalho de estreia deixa-nos com aquela agradável sensação de Álvaro Campos é um nome que veio para se instalar definitivamente no nosso universo teatral. Não há como deixar de registrar a supervisão de texto da excepcional Júlia Spadaccini. Não nos é possível saber até que ponto se deu a contribuição de Júlia ao resultado final, mas sua simples presença nos créditos já é um enorme aval para o trabalho de Álvaro.

Poucas coisas são tão constrangedoras como assistir um espetáculo teatral com um belo texto, mas com interpretações ruins. De nada adiantaria a competência de Álvaro sem um bom elenco para viver suas situações e diálogos.  O espetáculo inevitavelmente naufragaria. “O Branco dos seus Olhos” felizmente teve com Karina Teles, Amanda Vides Veras e Fabiano Nunes atuações a altura do impacto que o roteiro necessitava, se completando e compartindo ao longo de todo o espetáculo sentimentos tão fortes e contundentes.

Vivendo Raquel, possessiva, manipuladora, cruel e dona de si, Karine Teles cria aquele tipo de personagem que crê que todos estão num patamar inferior ao seu. Karine vive com verdade e uma dose de ironia na medida correta, numa grande atuação. Aquele tipo de criação que não conseguimos tirar o olho, aguardando sempre a próxima frase, a próxima tirada, dando ao espectador um arrepio permanente. Amanda Vides Veras tem um registro contrário ao de Karine, mas igualmente com grande qualidade. Insegura, singela, percebemos que guarda algo de profundo dentro de si. Não sabemos se é uma dor, um segredo. Aguardamos a todo momento uma revelação de seu personagem, mas ao mesmo tempo duvidamos se terá força para realiza-lo. Ao mesmo tempo incomoda(propositalmente) sua falta de reação diante das cordas em que vai sendo nocauteada. Ótima interpretação! Fabiano Nunes tem um personagem mais singular, planando por entre aquelas duas mulheres, num trabalho de ótima expressão corporal e com coreografias(criadas pelo próprio, com supervisão de Paulo Maracajá) bem delineadas e relacionadas com a ambientação momentânea ao clima de tensão que se estabelece, mas também com muita leveza e sutileza. Além dos aspectos corporais, seu personagem deixa sempre um clima de ambiguidade no ar, que o ator deixa sobressaltar de maneira muito competente.

OBranco_fotoAnaRovati_9_lr

Amanda Vides Vera, Karine Teles e Fabiano Nunes

Alexandre Mello, diretor experiente e talentoso, em meio a um texto com tal densidade, soube levar seu trio de atores ao tom correto, sem exageros, podando habilmente os excessos que poderiam ter existido na tentação fornecida pela contundência das palavras escritas por Álvaro. Uma direção de atores exemplar, com três registros de interpretações diferentes, complementares e equilibradas. Assim como foi perfeito na utilização do espaço físico proporcionado pelo teatro Poeira.

O Branco dos Seus Olhos” é na minha opinião, um dos melhores e mais vivos espetáculos teatrais em cartaz na cidade, isso num início de temporada em que temos ótimas opções para todos os gostos. Mas para quem gosta de um texto forte, de qualidade e com atuações irretocáveis, o teatro Poeira nos oferece essa brilhante opção.

Fotos: Ana Rovati.

FICHA TÉCNICA
Autor: Alvaro Campos
Direção: Alexandre Mello
Supervisão de Dramaturgia: Julia Spadaccini
Elenco: Amanda Vides Veras, Fabiano Nunes e Karine Teles
Trilha Sonora e Direção Musical: Paulo Francisco Paes
Figurinos: Elisa Faulhaber
Iluminação: Renato Machado
Cenografia e Direção de Arte: Alexandre Mello
Videomaker: Lucas Canavarro
Coreografia: Fabiano Nunes
Supervisão de coreografia: Paula Maracajá
Direção de Produção: Gabriela Imelk
Produtor Associado: Pablo Sanábio

SERVIÇO
Espetáculo: O BRANCO DE SEUS OLHOS.
Teatro Poeira. Rua São João Batista, 104. Botafogo. 2537-8053.
Ingressos: R$40 (inteira)/ R$20 (meia-entrada)
Temporada: 13 de janeiro a 26 de fevereiro.
Horários: terça a quinta, às 21h.
*Excepcionalmente no dia 22 de janeiro, o espetáculo terá início às 19h.
Dia 27 de janeiro, não haverá apresentação.
Na semana de carnaval, não haverá apresentação (dias 17 e 18 de fevereiro).
Capacidade: 100 lugares
Classificação etária: 14 anos
Duração: 75 min
Gênero: Drama


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

junho 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930