Crítica: O Incrível Segredo da Mulher-Macaco


 

IDENTIDADE-VISUAL

Por Renato Mello.

4-estrelas12Mal entramos no recinto da Sala Tônia Carrero do Teatro Leblon e já nos deparamos com assustadores elementos góticos dependurados no balcão e com olhar ameaçador para quem acabou de se acomodar na plateia. Vamos escutando um fundo musical que vai deixando a atmosfera um tanto sinistra. No palco, um cenário de fundo preto em que há um quadro que parece ter saído de um episódio da Família Addams, conjuntamente com objetos e móveis pesados. É possível ainda perceber uma mão sobre a mesa. Todos os nossos sentidos já vão sendo provocados e preparados para o que está por vir e não parece ser coisa boa. Tudo é muito macabro.

 Após soar a 3ª campainha, o tom permanece lúgubre. Uma tempestade, uma mansão, um forasteiro a procura de abrigo… É o start para Wendell Bendelack e Rodrigo Fagundes começarem um desfilar de personagens que faz o público gargalhar do início ao fim dessa deliciosa comédia-terror, em que debocha descaradamente de todos os clichês que podem ser encontrados numa história de Agatha Christie.

 “O Incrível Segredo da Mulher-Macaco”, escrito e dirigido por Saulo Sisnado é uma comédia, com alguma inspiração no romance de Emilly Brontë, “O Morro dos Ventos Uivantes”. É a mais nova produção da Companhia “Os Surtados”, responsável pelo enorme sucesso do espetáculo “Surto”. A peça conta uma história por vezes sem pé nem cabeça, sangrenta, em que a todo momento somos apresentados a bombásticas revelações que vão mudando o curso da própria história, através de uma mocinha preocupada com seu casamento que se aproxima, uma cruel e vingativa criada, uma matriarca paralítica, um desconhecido que busca abrigo e uma atriz de cinema. Tudo se passa numa mansão hollywoodiana típica de década de 40 em torno de uma confusa herança em que todos os personagens não medirão esforços para alcança-la, sem nenhum tipo de escrúpulo, remorso ou piedade.

 Fagundes e Bendelack comprovam em cena o já notório e extraordinário talento que possuem para comédia. Ambos com uma bela presença no palco e ótima expressão corporal. Há uma permanente troca em cena entre os atores, que mudam de personagem o tempo inteiro num ritmo desenfreado, não deixando a peteca cair em nenhum momento graças a maestria com que ditam o ritmo dos diálogos. Até mesmo a pobre mulher macaco, vivida por Renato Bavier, preso dentro de uma fantasia presta sua contribuição de graça e terror nos gestos de seu personagem.

 O texto de Saulo Sisnado é até difícil de definir, numa sucessão de acontecimentos que deixam o espectador sem tempo para respirar, onde tudo o que era antes passa a não ser mais, a cada revelação que se sucede. E como elas se sucedem! Um roteiro absurdamente divertido e inteligente. Sua direção é essencial ao êxito do espetáculo, a marcação dos atores é perfeita, consegue mesclar a rigidez para que os demais elementos cênicos estejam em simetria com o que se sucede no palco, mas deixando uma liberdade necessária para que Bendelack e Fagundes possam desenvolver o inesgotável repertório de trejeitos, olhares, caras e bocas.

 Para que essa proposta de comédia-terror obtenha êxito, é necessária uma conjunção entre os demais elementos técnicos que fazem parte de um espetáculo teatral. Nesse aspecto, igualmente “O Incrível Segredo da Mulher-Macaco” se encontra bem servido, em que há uma bela iluminação de Paulo Roberto Moreira e trilha assinada por Christiano Pereira. É preciso ressaltar os figurinos criados pelo próprio Wendell Bendelack, juntamente com Lúcia Obara e o excelente cenário de Saulo Sisnando, Rodrigo Fagundes e mais uma vez Wendell Bendelack.

 Assistir “O Incrível Segredo da Mulher-Macaco” é uma garantia de despreocupadas risadas da primeira até a última cena.

FICHA TÉCNICA
O Incrível Segredo da Mulher Macaco
Com: Rodrigo Fagundes e Wendell Bendelack
Texto e Direção: Saulo Sisnando
Diretora Assistente e Dir. de Movimento: Duda Maia
Participação: Renato Bavier
Participação em voz off: Malu Mader
Iluminação: Paulo Roberto Moreira
Criação de Trilha e Efeitos Sonoros: Rodrigo Fagundes e Saulo Sisnando
Gravação e Mixagem: Christiano Pedreira
Figurino: Wendell Bendelack e Lúcia Obara
Adereços: Rodrigo Fagundes, Wendell Bendelack
Costureira: Sonia Martins
Concepção de Cenário: Rodrigo Fagundes, Wendell Bendelack e Saulo Sisnando
Produção de Arte: Rodrigo Fagundes e Wendell Bendelack
Programação Visual: Milton Menezes
Designer Gráfico: Leonardo Miranda
Fotografia: Fernando Filho e Guillermo Ribas
Assessoria de Imprensa: Minas de Ideias
Assistente de Produção: Laura Severo
Produção Executiva: Renato Bavier
Direção de Produção: Renato Bavier, Rodrigo Fagundes e Wendell Bendelack
Idealização: Rodrigo Fagundes e Wendell Bendelack
Realização: Rodrigo Fagundes, Wendell Bendelack e Renato Bavier

SERVIÇO
Reestreia: 21 de Agosto – 21h Local: Teatro Leblon – Sala Tônia Carrero Endereço: Rua Conde de Bernadote-26 – Leblon – Telefone: (21)2529-7700
Temporada: De 21 de Agosto até 28 de Setembro de 2014
Horário: Quinta a sábado 21h / Domingos – 20h
Valor: Qui e Sex R$ 60,00 / Sab e Dom – R$70,00
Capacidade: 174 lugares.
Classificação: 12 anos Duração: 80 min.
Gênero: Comédia – suspense
Assessoria de imprensa: Minas de Ideias Comunicação Integrada – Carlos Gilberto e Fábio Amaral


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930