Crítica: Relatos Selvagens


 

Por Adriana Mello.

4-estrelas12Não é novidade para vocês da minha admiração pelo Cinema Argentino, realmente sou muito fã. Então a estreia de um filme argentino novo (pelo menos aqui no Brasil) é praticamente um dever assistir. O filme foi um sucesso estrondoso na Argentina e tornou-se o mais visto do ano. Como na maioria dos filmes argentinos, “Relatos Selvagens”, tem como característica principal o humor inteligente e apurado.

Relatos Selvagens” é o que chamamos de filme de episódios. São 6 histórias totalmente independentes. Em comum apenas seus protagonistas impulsivos e dispostos a levar a vingança as últimas consequências. Uma característica que chama atenção é o equilíbrio, pois filmes de episódios tendem a ser irregulares, o que não é o caso deste. Todas as histórias são redondinhas e interessantes. O espectador não cansa e fica interessado.

São histórias muito simples, sobre situações cotidianas tão comuns na vida de qualquer pessoa. Como temas centrais; amor, decepção, passado, violência… todas tratadas com um tom tragicômico que funciona muito bem.  Mesmo os que não curtem filmes de episódios irão curtir.

rs1

O elenco é encabeçado pelo super astro e sempre talentoso, Ricardo Darín e conta com nomes como: Dario Grandinetti, Oscar Martinez, Leonardo Sbaraglia, Nancy Dupláa, entre outros. Mas o grande nome do filme é sem dúvida alguma Erica Rivas, que protagoniza a última história, tem uma atuação irretocável e brilhante como Romina, uma noiva que descobre que é traída durante a festa de seu casamento e não mede esforço para vingar-se de seu noivo.

A direção Damián Szifron é competente e segura. Damián é diretor de um filme de que gosto muito “Tempo de Valentes”, muito elogiado na época do seu lançamento. A produção é dos irmãos Pedro e Augustin Almodóvar e a trilha sonora do maravilhoso Gustavo Santaolalla.

Relatos Selvagens” é mais uma bela prova da competência, qualidade e vigor do cinema argentino, que ao contrário do brasileiro, mostra que é possível unir qualidade e apelo comercial no mesmo projeto. Quem sabe um dia a gente também aprenda.


Palpites para este texto:

  1. este filme é muito bom ao final de cada história ficamos com vontade de querer mais e na última saímos mega satisfeito do cinema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930