Crítica RJ: Noés


 

 

Foto Elisa Mendes

Foto Elisa Mendes

Por Renato Mello

Mesmo terminando nesse domingo(20/11) a temporada no Istituto Europeo di Design(IED) de “Noés”, creio ser importante deixar um registro do que significou em razão de sua qualidade como espetáculo artístico.

Para quem a referência do IED não desperta uma lembrança imediata, “Noés” foi erigido sob uma ambientação impregnada da história em seu estado puro, num templo que ainda ecoa vozes por seus desvãos da época advinda ainda do Cassino da Urca e dos estúdios da Tv Tupi, que abrigaram alguns dos momentos mais emblemáticos da formação da cultura nacional.

Sob as ruínas do tempo passado, o texto de Rafael Neumayr ergue o arcabouço de 6 vidas contemporâneas em 3 histórias que correm por dimensões paralelas dentro de um mesmo espaço e tempo físico. Não se tocam, mas se comunicam pelo caos comum de uma época que acelera vidas incompletas, estagnadas e paralisadas em suas próprias dores interiores, numa narrativa que reflete momentos de violência e insegurança em meio as grandes manifestações que sacudiram o país em junho de 2013.

Uma das grandes virtudes do texto é o modo como o encadeamento de histórias distintas acabam subliminarmente alimentando a outra no sentido de preencher um mosaico da inconsistência emocional de nossos tempos. Apesar de retratos específicos com suas particularidades, nenhuma das histórias sobrepõe-se a outra em força ou intensidade, há um equilíbrio em 3 rios tormentosos que correm ao lado para fertilizar um mesmo solo, o que é feito com profundidade na medida em que a dramaturgia de Rafael Neumayr transforma cada elemento humano num microcosmo da nossa doença social, pelas suas escolhas, amores ou decepções sem perder do horizonte alguma perspectiva de esperança e renovação.

Foto: Elisa Mendes

Foto: Elisa Mendes

A direção de Carlos Gradim aproveita-se com enorme habilidade do espaço cênico privilegiado, transcendendo o risco de se perder num mero vazio contextual, para ocupar com pulso as profundidades, interiores e os desníveis que lhe desafiavam a criação cênica e assim compor um desenho teatral que abarca a intensidade dramatúrgica para despejar na ambientação todo um sentimento de angústia dos tempos atuais, potencializado pela utilização de uma sonoplastia vibrante que contribui na compreensão do motor que conduz aquelas seis almas, pelo jogo de luzes eficiente que logra abrir distintas possibilidades em lugares díspares num mesmo tempo e  espaço, no desbravar da movimentação pelos obstáculos cênicos e naturais, e mesmo com os voos rasantes dos morcegos como que a querer expulsar quem busca refúgio em suas zonas sombrias.

O elenco formado por Alexandre Mofati(Lucas), Plínio Soares(Aldo), Leonardo Netto(Pedro), Maureen Miranda(Natália), Raquel Alvarenga(Moça), e Rick Yates(Moço) amplia com habilidade a investigação do entendimento dramático através de um excelente jogo cênico, que a direção de Carlos Gradim conduz por ocupações extremamente  harmônicas, quase que criando uma coreografia de movimentos que possibilita a visualização de mundos distintos que habitam um mesmo plano e mas mantendo-os incapazes de enxergar mais além de suas próprias vidas. Os desafios para Gradim foram imensos, até porque os ensaios se deram em espaço de dimensões díspares ao que ocorre a encenação, exigindo do diretor uma emotividade quase instintiva no esquadrinhar cênico. Importante também destacar em todo esse processo o trabalho realizado por Daniela Carmona na direção de movimentos. O nível de atuação de todos os atores se mantém equalizado em cada intenção individual, independentes das diferentes necessidades de extravasamento. Essa harmonia entre os níveis de interpretação se torna vetor relevante ao resultado artístico de “Noés”, possibilitando tocar em diferentes pontos da sensibilidade do espectador. Notoriamente 6 atores de grande capacidade técnica e inteligência para exporem com belas interpretações as subcamadas ocultas e delicadas que habitam no texto de Rafael Neumayr.

Os figurinos de André Cortez servem como importante trabalho de composição dos personagens, contextualizando-os em seus mundos e meios, além de ressaltar a interessante gradação de matizes a partir das escolhas das cores e texturas. Sua cenografia encontra a dicotomia entre o respeito pela essência do espaço físico e igualmente contrapondo-o com intervenções que ressaltam ainda mais a especificidade e a amplitude de possibilidades a serem exploradas pela direção.

Um espetáculo teatral raro e original, desde as opções cênicas até o desvendar de vidas solitárias soterradas pela avalanche que teima em invadir todos os dias nossos frágeis abrigos.

15037160_1183165688431165_6349615695087015555_n

Foto: Elisa Mendes

Peça de teatro Noés
Duração: 1h10min
Data: de 19 de outubro a 20 de novembro
Horário: de quarta a sexta: às 20h30 | Sábado: 18h30 e 20h30 | Domingo: 19h
Local: IED Rio (Istituto Europeo di Design) – Av. João Luis Alves, 13, Urca
Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).
Classificação: 16 anos.

FICHA TÉCNICA
DIREÇÃO GERAL: Carlos Gradim
TEXTO: Rafael Neumayr
ELENCO: Plínio Soares, Leonardo Netto, Alexandre Mofati, Maureen Miranda, Raquel Alvarenga e Rick Yates
DESIGN DE LUZ: Telma Fernandes
TRILHA E INSTALAÇÃO SONORA: Dr Morris
PROGRAMAÇÃO DE ÁUDIO: Bruno Carneiro
ASSISTENTE DE FIGURINO: Sammara Niemeyer
DIREÇÃO DE MOVIMENTO: Daniela Carmona
CENOGRAFIA: André Cortez
FIGURINO: André Cortez
ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO: Tiago Muller
ASSISTENTE DE CENÓGRAFO: Rodrigo Abreu
CENOTECNIA: Utopia Arte e Cenografia – Nahin Fernandes
PRODUÇÃO EXECUTIVA: AM Produções – Mara Vieira
ASSISTÊNCIA DE PRODUÇÃO: Marcelo Aquino e Cacá Araújo
OPERAÇÃO DE LUZ: Tamara Torres
OPERAÇÃO DE SOM: Vitor Vieira
PROJETO GRÁFICO: Alexandre Muner
VISAGISMO: César Marquez
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO: Gabriela Carneiro
EQUIPAMENTO DE SOM: Rz Sound
FILMAGEM E EDIÇÃO:
FOTOS: Elisa Mendes
REALIZAÇÃO: Instituto Odeon
WEBSITE DO INSTITUTO ODEON
http://www.odeoncompanhiateatral.com.br/companhia

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930