Crítica: Sobrevoar – Santos Dumont para Crianças de Todas as Idades


 

Sobrevoar - Fotos Lauro Borges - Cia do Abracao5

Por Renato Mello.

Numa rapidíssima estada na Caixa Cultural do Rio de Janeiro, a Cia do Abração, originária de Curitiba, apresenta seu espetáculo infantil “Sobrevoar – Santos Dumont para Crianças de Todas as Idades” somente nesse sábado e domingo(dias 9 e 10). Portanto, quem pretende assistir um espetáculo de rara beleza e com enormes qualidades artísticas como esse, deve se apressar.

Com direção de Letícia Guimarães a partir de uma dramaturgia elaborada pelos próprios atores, “Sobrevoar” conta a história de um Santos Dumont ainda criança, um menino sonhador que como tantos que mantinha um enorme desejo de voar. O encanto ocorre pelo modo como essa história é contada e de como se desenvolve a sua estrutura narrativa, através da criação de uma atmosfera onírica e extremamente original.

O grande diferencial desse espetáculo é a criação de um conceito de atemporalidade a partir de um quarto de criança como outro qualquer, o lugar em que os sonhos do pequeno Albertinho Dumundo ganham os céus, desafiando as incredulidades, o medo e os erros. Tudo a partir de elementos cenográficos aparentemente simples como travesseiros, edredons ou estantes que vão ganhando contornos distintos e se transformando ao longo da apresentação em objetos inicialmente impensados.

A direção de Letícia Guimarães é primorosa, criando uma ambientação de uma poesia encantadora na concepção de todo um universo lúdico, utilizando-se de diversos elementos para contar sua história, com uma linguagem muito particular e diversas formas de apresentação como manipulação e sombras, além de criar cenas de grande beleza plástica.

Mas o ponto alto no trabalho de Letícia na direção se dá no desenvolvimento de sua direção de atores, que no caso específico de “Sobrevoar – Santos Dumont para Crianças de Todas as Idades”, o desempenho do elenco ganha enorme interação com a ambientação através de uma movimentação cênica dinâmica e bem realizada, da criação de movimentos que acabam por vezes virando uma extensão dos elementos cenográficos, além de um ótimo trabalho de expressão corporal. Todo esse trabalho é milimétricamente realizado por um elenco composto por João Victor Theotônio, Kamila Ferrazzi, Juliana Cordeiro e Edgard Assumpção em que não há protagonismos, com uma atuação homogênea, como é necessário para um espetáculo que não trabalha com personalismos em que os atores dividem o mesmo papel e as situações propostas. Além de formarem um elenco com extrema empatia e carisma.

Sobrevoar - Fotos Lauro Borges - Cia do Abracao16

Um aspecto que deve ser ressaltado é o acerto nos diversos departamentos que compõem um espetáculo teatral, entre eles o trabalho de cenografia de Blas torres e Marcelo Scalzo merecem um enorme destaque. Os objetos vão se transformando e criando grande interação com a movimentação dos atores, como no grande ápice em que distintos objetos cenográficos ganham surpreendentes formas em conjunto com a movimentação dos atores e recriam o voo histórico do 14 Bis, numa cena de belo impacto visual que contou com o auxílio da boa iluminação elaborada por Anry Aider, realçando decisivamente não somente essa, mas todo o conjunto das belas cenas concebidas por Letícia.

O figurino de Maureen Miranda trabalha com cores fortes e dão grande alegria para a ambientação. Extremamente adequados para a estética retratada.

Importante destacar também o excelente trabalho de elaboração da trilha sonora Karla Izidro, que contribuem de maneira decisiva na ambientação do espetáculo.

Sobrevoar – Santos Dumont para Crianças” encanta por uma concepção de rara beleza sobre um menino que concretizaria um sonho que atravessou séculos da história da humanidade desde os remotos tempos de Ícaro. Realizado por uma equipe de técnicos e artistas que tem um visível comprometimento com a importância de se montar um trabalho que faça sonhar aqueles que amam verdadeiramente a arte do teatro, independente se é adulto ou criança.

Corram! A oportunidade de se assistir um espetáculo infantil tão original e bonito será breve.

Sobrevoar - Fotos Lauro Borges - Cia do Abracao8

FICHA TÉCNICA
Produção: Cia. Do Abração
Produção Local: Ricardo Schöpke/Cia. Boto Vermelho
Direção: Letícia Guimarães
Composição e Direção Musical: Karla Izidro
Texto: criação coletiva sob supervisão de Letícia Guimarães
Cenografia: Blas Torres e Marcelo Scalzo
Figurino: Maureen Miranda
Iluminação: Anry Aider
Fotografia: Lauro Borges
Elenco: João Victor Theotônio, Kamila Ferrazzi, Juliana Cordeiro e Edgard Assumpção
Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

Assessoria de imprensa:
Ricardo Schöpke – assessoria@ciabotovermelho.com.br

SERVIÇO:
Sobrevoar – Santos Dumont para Crianças
Duração: 50 minutos
Data: 8 a 10 de maio de 2015 (sexta-feira à domingo)
Horário: 16h
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Ingresso: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia.
Bilheteria: terça-feira a domingo, das 10h às 20h
Lotação: 84 lugares (mais dois para cadeirantes)
Classificação indicativa: Livre
Acesso para pessoas com deficiência

Oficina Ludicidade no teatro para crianças
Data: 8 de maio (sexta-feira)
Horário: 9h às 11h
Classificação Indicativa: 8 a 11 anos
Entrada Franca

Assessoria de Imprensa da CAIXA Cultural Rio de Janeiro (RJ)
(21) 3980-3096 / 4097
www.caixacultural.com.br | @imprensaCAIXA

https://www.facebook.com/CaixaCulturalRioDeJaneiro


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930