Crítica Teatro Infantil: João o Alfaiate – Um Herói Inusitado


 
Foto: Rafael Bisbis

Foto: Rafael Bisbis

Por Renato Mello

Após bem-sucedida estreia em São Paulo, a Cia Etc e Tal chega ao Rio de Janeiro com sua nova proposta teatral ao público infantojuvenil, “João o Alfaiate – Um Herói Inusitado” em temporada no CCJF até o dia 19 de novembro.

Segundo os apontamentos de sua sinopse oficial, “esmiúça a história de um Alfaiate que esbraveja para o mundo sua valentia ao matar sete insetos pousados em sua refeição, num reino onde seres fantásticos apavoram a Vila Central. A notícia se espalha até chegar ao Rei. Este, manda trazer o alfaiate, certo da existência de um grande herói, para a missão desafiadora de livrar o reinado dos diversos temidos, inesperados e surpreendentes problemas da realeza. Sem ter tempo de saber do que se trata, o Alfaiate se vê diante da missão. Distraído pela própria interpretação dos fatos e pela astúcia do Monarca, costura soluções nas situações diante das tarefas designadas para ele.

Com texto e concepção cênica assinados por Alvaro AssadMarcio Moura e Melissa Teles-Lôbo, “João o Alfaiate” é uma livre adaptação do conto dos irmãos Grimm “João Mata Sete”, porém conceituada por formas de expressão que caracterizam todo um trabalho de linguagem que a Cia Etc e Tal vem desenvolvendo nos seus 24 anos de atividade, como a utilização da mímica e da pantomima, dando uma caracterização farsesca que acaba por resultar num adorável espetáculo teatral.

A criação do espetáculo integra harmoniosamente diferentes elementos, mesmo que marcadamente personalizados e com visível acuidade técnica para construir uma contextualização que amplia sensivelmente a proposta da companhia. Em meio a esse processo, os atores/diretores Alvaro AssadMarcio Moura e Melissa Teles-Lôbo tem funções muito específicas, mas que se complementam no desenho narrativo. São 3 atuações muito bem demarcadas e  planejadas para a complementação do espetáculo, cabendo ressaltar especialmente Marcio Moura interpretando o Rei, que encontra na exploração do humor um aspecto patético que no fundo existe em todo exercício do poder.

As soluções encontradas pelos diretores levam enorme eficiência para a representação, com contribuição fundamental de uma cenografia que mais além da mera funcionalidade, se integra ao desenvolvimento cênico de forma encantadora, como um grande livro revelando as páginas pelas suas abas, dando uma atmosfera lúdica não somente pela sua manipulação, mas igualmente nas formas das ilustrações, além de trabalhar com aspectos geométricos e dimensionais do palco. A forma como os diretores exploram as possibilidades cenográficas é um dos aspectos maiores êxitos da representação, em especial quando a enorme estrutura central adquire o formato de uma caixa, que interagindo com o trabalho corporal dos atores dá a sensação de uma carruagem em movimento. Importante destacar nesse processo da Cia Etc e Tal, a maneira exemplar como demonstra que não basta apenas ter uma boa e bonita cenografia, mas sim a forma como ela se permeia com a representação para alçar uma maior eficiência narrativa.

O visagismo de Cleber Oliveira tem importante função na implementação da ambientação pretendida, principalmente no processo de composição física do protagonista João(Alvaro Assad), que em conjunto com as músicas(Joaquim de Paula) e figurinos(Flavio Souza) inspiram uma farsa que de algum modo se aproxima dos princípios da commedia dell’arte.

João o Alfaiate” aprofunda toda uma pesquisa muito bem sedimentada para compor um espetáculo de grande amplitude cênica. Um trabalho inspirador para quem compreende a seriedade que existe por trás de cada riso conquistado do seu público.

FICHA TÉCNICA

Foto: Rafael Bisbis

Foto: Rafael Bisbis

Concepção Cênica e Texto Original: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo
Atuação: Alvaro Assad como Alfaiate, Marcio Moura como Rei e Melissa Teles-Lôbo como Bobo da Corte
Direção e Preparação Mímica: Alvaro Assad
Música Original: Joaquim de Paula
Figurinos: Flavio Souza
Visagismo (maquiagem, cabelos e próteses): Cleber de Oliveira
Desenho de Luz: Aurélio Oliosi
Desenho de Arte (Painéis do Cenário): Tarcísio Zanon
Colorização dos Paineis do Cenário e Arte Cenográfica: Raquel Theo
Cenotécnia e Adereços: Rafael Bis Bis e Raquel Theo
Assistência de Figurinos e Cenários: Anna Fernanda
Bonecos de Espuma: Marcos Monte
Mini cases de Proteção para Adereços e Visagismo: Arise Assad.
Operação de Luz e Som: Fernanda Sabino
Apoio Operacional, Montagem e Registro: Levi Leonardo
Produção Executiva: Lu Altman
Assessoria de Imprensa: Alexandre Aquino (21- 988423199 | aquino.alexandre@gmail.com )
Livre inspiração da obra recolhida pelos Irmãos Grimm “João Mata Sete”
Realização: Centro Teatral e Etc e Tal (Almamel Produção Cultural Ltda)

SERVIÇO:
“João o Alfaiate – Um herói inusitado”
Estreia para o público no dia 29 de outubro (domingo)
Com a Cia Teatral Etc e Tal – Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo
Local: Centro Cultural Justiça Federal (Av. Rio Branco, 241 – Centro)
Data: Sábados e domingos, de 29 de outubro a 19 de novembro
Concepção Cênica e Texto Original: Alvaro Assad, Marcio Moura e Melissa Teles-Lôbo
Direção: Alvaro Assad
Estreia para público: DOMINGO dia 29 de outubro
Horário: 16h
Duração: 50 minutos
Capacidade: 142 lugares
Ingresso: R$ 20 inteira / R$10 meia-entrada
Classificação etária: Livre (Indicado acima de 05 anos)
Telefone: (21) 3261-2550
Funcionamento: Terça a domingo, do meio-dia às 19h.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930