Crítica: Viagem ao Centro da Terra


 

viagem ao centro da terra 1

Por Renato Mello.

Nesta minha última visita a São Paulo pude mais uma vez constatar a ótima fase do teatro infantil que se anda fazendo por lá. Não sei se foi sorte minha ou tive o privilégio das boas indicações, o fato é que alguns dos melhores espetáculos infantis que vi este ano(assisti 50 peças infantis ao todo)  foram justamente em São Paulo. Lógico que sem perder de vista as roubadas que sempre nos espreitam nesse gênero teatral, independente de que cidade seja.

Viagem ao Centro da Terra”, em cartaz na capital paulista até 29 de novembro no Teatro Alfa, é mais uma prova de um teatro feito com grande apuro técnico, qualidade artística e respeito o público.

Idealizado pela Cia Solas de Vento, com direção de Eric Nowinski, é uma adaptação do clássico homônimo do escritor francês Júlio Verne e segundo sua própria sinopse oficial “conta a história de uma viagem extraordinária realizada pelo professor Lindenbrock(Bruno Rudolf) e seu sobrinho Axel(Ricardo Rodrigues), dois aventureiros que contam com a ajuda do estranho guia islandês Hans(André Schulle) para chegar ao centro da Terra pela cratera de um vulcão. A aventura é repleta de descobertas fantásticas e inusitadas”.

Um dos grandes desafios iniciais seria justamente como reproduzir sobre um palco de teatro a diversidade de situações e ambientações que um texto como esse requer, ainda mais com os orçamentos limitados que as produções infantis tem costumeiramente que lidar. Essas soluções são justamente os aspectos mais encantadores de “Viagem ao Centro da Terra”, utilizando-se de diferentes tipos de manipulação de bonecos, carrinhos com rodas sobre os quais os atores “deslizam” em cena e principalmente: vídeo projeções. Porém não são vídeo projeções já produzidas e apenas inseridas no cenário, ao contrário, elas vão sendo construídas artesanalmente diante dos olhos do espectador que pode acompanhar em tempo real a transformação das ambientações e a interação do elenco com suas formas, num resultado visual encantador.

Mas isso de pouco adiantaria se outros componentes de um espetáculo teatral não tivessem solidez, começando pela base dramatúrgica construída por Bobby Bac com colaboração do diretor e elenco, que respeita à essência da história de Verne, mas ao mesmo tempo liberta-se dela em prol das necessidades da produção, explorando o humor na tonalidade correta para que pudesse aproveitar as potencialidades do seu elenco.

viagem ao centro da terra 2

A direção de Eric Nowinski utiliza todos os elementos que dispõe não apenas como um show visual, mas para a concepção de um espetáculo teatral de qualidade. Sua direção tem um ritmo extremamente ágil e um ótimo aproveitamento de todo o espaço físico. Explora com eficiência o potencial de cada elemento do seu elenco, criando uma dinâmica cênica detalhada em que cada movimento é praticamente coreografado e em perfeita sintonia com a proposta dramatúrgica.  Importante ressaltar na direção de atores a contribuição na preparação vocal e corporal de Beatriz Mentone para o excelente desempenho do elenco.

O elenco justamente é um dos pontos altos do espetáculo. André Schulle, Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues demonstram que são atores de grande capacidade técnica e com um vasto repertório nos seus recursos técnicos através do domínio da linguagem corporal. Ricardo Rodrigues é um ator com um carisma enorme, daquele tipo que fica difícil tirar os olhos permanentemente quando está em cena. Ótimo timing para o humor e de enorme expressividade cênica. Maravilhoso ator é Ricardo Rodrigues! Bruno Rudolf igualmente muito engraçado, mas trabalhando o humor num outro registro utilizado por Ricardo. Explora situações “absurdas” e com seu tipo físico de modo a compor um personagem(na verdade dois personagens) divertido e com grande empatia. André Schulle tem o desafio de se expressar basicamente com grunhidos e com a expressão corporal, dentro do que a dramaturgia lhe solicita, o que realiza com grande correção para dar vida a seu tipo primitivo.

Necessário tecer elogios para o cenário assinado pela Cia Solas de Vento e Luana Alves que através de formas de madeiras que vão ganhando vida e se modificando no decorrer das mudanças dramatúrgicas, assim como conseguem compor diferentes ambientações e soluções cenográficas de boa construção, incluindo a cena em que o palco se torna um enorme mar. A trilha sonora de André Vac tem papel importante na pontuação das cenas e ajuda a ditar o ritmo em várias situações. Excelente desenho de luz Marttinely e Eric Nowinski para uma correta ambientação e para a aclimatação de cada necessidade que a dramaturgia impunha. Os figurinos assinados por Isabela Teles, tem o acerto na ambientação da proposta, possuindo também qualidade visual e estética.

Viagem ao Centro da Terra”, um espetáculo em que criadores propõem a utilização das mais diversas técnicas narrativas para construir um espetáculo vigoroso, divertido, muito bem encenado e que indico sem temor de sua capacidade para seduzir todo público infantojuvenil.

Viagem ao Centro da Terra

Idealização: Cia Solas De Vento.
viagem ao centro da terra 3Criação: André Schulle, Bobby Baq, Bruno Rudolf, Eric Nowinski e Ricardo Rodrigues. Dramaturgia: Bobby Baq em colaboração com a direção e o elenco.
Direção: Eric Nowinski.
Elenco: André Schulle, Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues.
Direção de Arte: Isabela Teles.
Desenho De Luz: Roseli Marttinely e Eric Nowinski.
Trilha Sonora Original: Andre Vac.
Cenografia: Cia Solas De Vento e Luana Alves.
Criação de Figurinos: Isabela Teles.
Produção de Figurinos: Edson Braga.
Assistência de Figurinos: Francine Marson.
Adereços de Figurinos: Mirian Cassemiro.
Costureiras: Nilza Felix e Neide Maria Ribeiro.
Objetos de cena e Traquitanas: Nonon Creaturas.
Eletrônica e Iluminação de Adereços: Marcel Alani Gilber.
Fotos: Mariana Chama.
Preparação Vocal e Corporal: Beatriz Mentone.
Produção: Sandra Miyazawa


Palpites para este texto:

  1. Faz bem à saúde fazer uma viagem.

  2. gostei muito da sua resenha 😉

  3. gostei muito da sua resenha 😉 parabèns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930