Em Breve: A Lenda do Príncipe que Tinha Rosto


 

 A Lenda do Príncipe que tinha rosto --01 (1)

Fotos de cena:  Jackeline Nigri.

A Artesanal Cia de Teatro dá continuidade ao Projeto Ocupação Teatro Gláucio Gill Apresenta, desta vez com o espetáculo “A Lenda do Príncipe que Tinha Rosto“, inspirado em um conto gótico escrito por um dos diretores artísticos da Cia., Gustavo Bicalho – colocando mais fantasia ao mundo encantado dos pequenos. A temporada será de 28 de junho até 20 de julho . O espetáculo ganhou o Prêmio Zilka Sallaberry de Teatro Infantil/2009 de melhor figurino e melhor iluminação.

.
Sob direção de Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves, a peça narra o despertar de um jovem príncipe mantido escondido em uma torre do castelo por ter nascido com um rosto em um reino onde ninguém o tem. Mais uma vez a Artesanal produz uma montagem que a ausência de texto é uma das características principais, e a ação se desenvolve através do trabalho corporal dos atores e de uma narração em off, misturando diversas linguagens cênicas – como máscaras, boneco e videografismo – embaladas por músicas do compositor russo Sergei Prokofiev, que pontua o espetáculo com intensidades de grande lirismo e dramaticidade. A história, simples em sua narrativa, é facilmente compreendida pelo público de qualquer idade.

.

A peça foi convidada pelos diretores artísticos Luciana Fávero e Gustavo Paso, responsáveis pela Ocupação “Teatro Gláucio Gill APRESENTA”, por se encaixar no conceito cultural desenvolvido pelos artistas, que tem por objetivo oferecer uma programação de qualidade, além da formação de plateia.

Montar um espetáculo sem texto para que este fosse universal”, esse foi o ponto inicial de “A Lenda do Príncipe que tinha Rosto”, segundo o autor Gustavo Bicalho.

.
A história deveria ser bem simples para a fácil compreensão da plateia e o espetáculo seria construído da mesma forma como se pinta um quadro: camada por camada, elemento por elemento.

.
A música de Prokofiev (principalmente do ballet “Romeu e Julieta”), trazia a variação dramática necessária para a narrativa da história, ora dramática, ora apaixonada, ora indutora de um lirismo que traz ao espetáculo a ideia de um grande sonho.

.
A estética gótica foi inicialmente proposta, quase como numa referência ao cinema de Tim Burton. Porém elementos surrealistas também foram surgindo durante o processo e incorporados à narrativa.

.
O espetáculo surgiu do processo de residência vivenciado no Centro de Referência Cultura infância / Teatro Municipal do Jockey, a convite da diretora Karen Acioly.

A Lenda do Príncipe que tinha rosto - por Jackeline Nigri-06
Ficha Técnica:
Equipe de Criação
Direção Artística: Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves
Elenco: Álvaro Pilares, Bruno Oliveira, Débora Salem, Márcio Nascimento, Suzana Castelo e Virgínia Martins
Narração: Edeilton Medeiros
Dramaturgia e Roteiro Musical: Gustavo Bicalho
Preparação e Direção em Manipulação de Bonecos: Márcio Nascimento
Preparação e Assessoria Técnica em Uso de Máscaras: Marise Nogueira
Coreografia e Direção de Movimento: Paulo Mazzoni
Cenário, Figurinos, Máscaras, Bonecos e Adereços: Fernanda Sabino, Henrique Gonçalves e Karlla de Luca
Vídeo Grafismo: Rafael Cases
Músicas: Sergei Prokofiev
Equipe Técnica
Desenho de Luz: Jorginho de Carvalho
Assistente de Iluminação: Poliana Pinheiro
Operador de Luz: Rodrigo Belay
Operador de Som: Alexandre Guimarães
Equipe de Produção
Direção de Produção: Henrique Gonçalves
Produção: Marta Paiva
Realização: Artesanal Cia. de Teatro / 2009
SERVIÇO
Projeto Ocupação Teatro Gláucio Gill Apresenta
Espetáculo: A lenda do príncipe que tinha rosto – baseado no conto de Stephen Michael King
Com a Artesanal Cia de Teatro – Álvaro Pilares, Bruno Oliveira, Débora Salem, Márcio Nascimento, Suzana Castelo e Virgínia Martins
Adaptação: Artesanal Cia de Teatro – Gustavo Bicalho
Gênero: Teatro infantil
Local: Teatro Gláucio Gill
Temporada: 28 de junho até 20 de julho – sábados e domingos às 17h
Direção: Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves
Classificação: LIVRE – a partir de 5 anos
Duração: 45 min.
Endereço: Praça Cardeal Arcoverde, s/nº, Copacabana
Tel: 2332-7970
Ingressos: R$ 30,00
Capacidade: 102 lugares
Bilheteria: diariamente a partir das 16h
Estação Metrô: Cardeal Arcoverde
Assessoria de Imprensa
Mais e Melhores Produções Artísticas


Palpites para este texto:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31