Em Breve: A Noiva do Condutor


 
A noiva do Condutor-Noel Rosa Marcelo Nogueira e Helga Nemeczyk -By Janderson Pires-24 (5)
a noiva do condutor 1
Marcelo Nogueira, Rodrigo Fagundes e Helga Nemeczyk estão ensaiando a opereta “A noiva do condutor”, com texto e musicas de Noel Rosa. O projeto comemora 80 anos que foi escrito e 30 depois que Marília Pera e Grande Otello gravaram um disco com as famosas canções. A peça estreará em setembro, no Centro Cultural Correios, com direção de Djalma Thurler e cenografia de José Dias. 
 
A Opereta conta a história de um condutor de bondes (Joaquim), que se faz passar por um advogado para conquistar o coração de sua amada Helena. A história segue com a oposição da família de Helena ao referido namoro e as peripécias de Joaquim para conseguir o seu objetivo, qual seja, casar com ela. O enredo coloca em xeque os valores morais dos personagens, revelando o apego ao dinheiro e ao status social. Com humor e fina ironia, características fundamentais de toda a sua obra, Noel cria uma opereta tipicamente carioca onde os valores mudam a todo instante, de acordo com a conveniência do momento.
 

a noiva do condutor 2O somatório de quase 300 músicas, com vários pontos que permitem costurá-los e dar-lhe unidade, no seu conjunto, constitui uma verdadeira obra; Fruto de aproximadamente oito anos de trabalho, que vai de 1929 até o ano de sua morte, em 1937. Iniciava-se por volta de 1930, uma demanda no primário mercado de música no Brasil, principalmente no eixo Rio – São Paulo, o que contribuiu para que muitos compositores de música popular compusessem com mais regularidade, dentre eles Noel. Gravadoras, como a Victor, produziam e vendiam os discos para um público consumidor que se formava; e veículos de comunicação de massa, como o rádio, jornais e revistas, tratavam da veiculação e promoção das músicas e seus autores.

Diferente dos compositores contemporâneos que transitavam no campo do folclorismo, das modinhas e do romantismo açucarado, Noel tem como força motriz de seu trabalho temas que apontam para o perene e o universal. E são estes motivos, que certamente ajudaram a popularizar suas músicas. Destacam-se como os mais constantes a mentira, a perda, o dinheiro (a falta e o mal adquirido), o samba e o amor, todas presentes na opereta “A noiva do condutor”.

Fotos: Janderson Pires.


Palpites para este texto:

  1. Oi Gente, estou fazendo uma visitinha por aqui.
    Gostei bastante do site, vou ver se acompanho toda semana suas postagens
    Gosto muito desse tipo de conteúdo um Abraço 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930