Estreia RJ: Em Um Lugar Chamado Lugar Nenhum


 

Em um Lugar Chamado 1

Em uma época marcada pelos excessos, pelo imediatismo e pela urgência “Em um lugar chamado Lugar Nenhum” aposta na simplicidade e na poesia das pequenas e importantes coisas que se deixam escapar durante a vida. A todo tempo, somos submetidos a uma gama de informações que nos impõem ideias, desejos e “necessidades” e, muitas vezes, não paramos para refletir sobre o que vemos ou ouvimos. Simplesmente aceitamos o que nos é previamente imposto. A peça estreia em 18 setembro, no teatro II do CCBB Rio.

Inspirado na literatura de cordel o espetáculo apresenta o esquecido vilarejo de “Lugar Nenhum”, localizado no interior do Nordeste, e traz à tona assuntos e situações que refletem a sociedade brasileira na sua atemporalidade. Sempre de forma lúdica e divertida as entrelinhas carregam fortes discussões sobre temas que levam o espectador a pensar sobre o indivíduo e o meio em que ele está inserido, tendo como fio condutor um tema singelo e leve – o amor – o que aproxima e atinge qualquer tipo de plateia.

Confrontar a realidade em que vivemos estimulando a reflexão e a formação de um pensamento próprio a partir de estímulos provocados pelo espetáculo é a principal grande motivação para querer falar sobre “Lugar Nenhum”. O que desejamos é proporcionar um espetáculo que trata de temas muito próximos à realidade, sem maniqueísmos e de maneira simples, como deveria ser a vida.

Sinopse

Em 1950, em um vilarejo longínquo nordestino chamado “Lugar Nenhum”, pouco tempo tinha desde a chegada do maior meio de comunicação na cidade – a Rádio. Através dela, os pacatos cidadãos daquele local tomam conhecimento do restante do mundo.  Sem que percebam, seja para o bem ou para o mal, esse aparelho moderno vira “de ponta cabeça” a vida de um jovem casal que estava fadado a se conhecer, casar, trabalhar, ter filhos e… Só.

Ficha Técnica
em um lugar chamado 2Patrocínio: Fundação Cesgranrio
Direção: Rogério Fanju
Dramaturgia: Agatha Duarte
Elenco: Rafael Canedo, Agatha Duarte e Guilherme Dellorto
Cenografia: Zé Dias
Iluminação: Leysa Vidal
Figurino: Daniele Geammal
Direção Musical: Roberto Bahal
Diretor de Produção: Robson Sanchez
Programador Visual: Johnny Ferro
Preparação Corporal: Sandra Prazeres

Serviço
“Em Um Lugar Chamado Lugar Nenhum”
Centro Cultural Banco do Brasil
R. Primeiro de Março, 66 – Centro.
Teatro II
De sexta a segunda às 19h30min
Temporada: 18 de setembro a 26 de outubro
Duração: 80 minutos
Gênero: Romance
R$ 10,00
Classificação: 12 anos
Assessora de Imprensa: Julyana Caldas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930