Horácio Copolla, Fotógrafo Argentino


 

Tenho o estranho hábito de sempre que me encontro em lugares que carregam uma forte carga histórica, fechar os olhos e tentar imaginá-los em um outro momento no tempo, numa outra época. Tento visualizar as fachadas das construções, as pessoas e suas roupas, as paisagens, os veículos, vivendo uma espécie de nostalgia de um período que não vivi. Alguns lugares me são recorrentes nisso, como o centro do Rio, a cidade de Petrópolis ou bairros como Ipanema e Copacabana, lugares que possuem importância para minhas memórias, são nesses momentos que me vêm com força as fotografias de Marc Ferrez e Augusto Malta, feitas na virada dos séculos XIX e XX, aonde me é possível ter uma visão realista desses período.

Esse mesmo sentimento me ocorre quando caminho pelas ruas da Recoleta, admirando seus suntuosos palacetes ainda remanescentes de um período esplendoroso, em que a Argentina era uma das maiores potências econômicas do planeta e o dinheiro circulava com fartura pela elite local.

Assim como também ocorre enquanto “me perco” pelas ruas do centro de Buenos Aires, com a história presente ali em cada esquina com suas calles batizadas com nomes de ex-presidentes da República, então são as fotografias das décadas de 30 e 40 de Horácio Copolla, principalmente através do seu livro “Buenos Aires, 1936. Visión Fotográfica“, que me servem de guia para essa viagem imaginária no túnel do tempo, numa época de total efervêscencia e transformação político-social da Argentina. Conviveu com os maiores artistas de sua época, Ezequiel Mártinez Estrada, Xul Solar, Leopoldo Marechal e principalmente, Jorge Luís Borges, com quem perambulava pelas ruas da cidade fotografando. Juntamente com o peruano Martín Chambí e do mexicano Manuel Álvarez Bravo, integrou o chamado terceto latinoamericano.

Li hoje nos jornais a notícia de sua morte, aos 106 anos. São graças a homens como Horácio Copolla que toda uma época permanecerá eternizada.

As fotografias de Copolla, abaixo, falam mais dele do que qualquer texto que eu possa escrever.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031