Crítica: A Rainha da Neve


 

10653387_531957216934778_2504540489556250351_n

Por Renato Mello.

Em fevereiro perguntei a Sabrina Korgut sobre o que ela e Leandro Mariz estariam preparando após 2 montagens tão bem sucedidas como foram as de “Branca de Neve” e “Pinóquio”.  Sabrina respondeu com um certo tom de mistério: “certamente Leandro já deve estar mirabolando algo. Mas ainda é segredo”(entrevista Sabrina KorgutAQUI). Agora o segredo já está revelado e em cartaz no Teatro dos Quatro, trata-se do espetáculo infantil “A Rainha da Neve”, que estreou nesta semana numa temporada que se estenderá até o dia 21 de dezembro.

A Rainha da Neve” foi escrito e 1844 pelo dinamarquês Hans Christian Andersen, num dos seus mais longos contos e ganhou uma enorme notoriedade mais recentemente, obviamente, pela adaptação cinematográfica feita pelos estúdios Disney, “Frozen”. Mas é bom ressaltar que apesar de ser uma adaptação, “Frozen” tem pouca coisa em comum com o original. O desenho procurou manter os personagens centrais, mas a história propriamente dita foi bastante modificada.

A história de “A Rainha da Neve” que está sendo levada ao palco do Teatro dos Quatro é contada por Kai(Alex Felippe) e Gerda(Marina Tourinho). Dois grandes amigos que a partir do estilhaçar de um espelho mágico de um duende malvado que penetra na cabeça e no coração de Kai, ambos são separados. Levado pela Rainha da Neve(Francine Flach) para seu castelo de gelo, Kai precisa então desvendar o mistério de um quebra-cabeça que trará de volta sua amiga, enquanto é cuidado por um Troll,  Hans(Leonardo Gatusso). Gerda encontra Picolé(Jal Amorim), um boneco de neve, que vai lhe ajudar a localizar o paradeiro de Kai até o castelo de gelo. Nessa travessia se juntam ainda a Senhora do Verão(Marcela Dias), irmã de Rainha da Neve  e o Príncipe Cristian(Bruno Nunes).

  Em relação às atuações, confesso ser um grande admirador do trabalho de Marcela Dias. Recentemente a assisti em cena no infantil “O Mágico de Oz” e no espetáculo de improvisação “# Se Joga!”. Marcela é uma atriz completa e vê-la em cena transbordando talento é um enorme prazer, principalmente quando seu lado cômico sobressai. Em “A Rainha da Neve” mais uma vez realizou grande atuação. Jal Amorim também chamou bastante a atenção como Picolé, mesmo por trás o tempo todo de um boneco que manipula ao longo do espetáculo. JalAmorim é um ator carismático e criou um tom cômico perfeito para o personagem. Leonardo Gattuso também merece destaque por sua atuação com seu troll. A direção de atores de Mariz e Korgut é cuidadosa, conseguindo tirar sempre bom proveito do elenco, todos com eficiente atuação, Alex FelippeMarina TourinhoBruno Nunes e lógico, a bela Rainha da Neve, Francine Flach(que já havia trabalhado com a dupla em “Pinóquio”).

Um dos aspectos que mais chama a atenção para o êxito dramatúrgico da produção, foram as criativas soluções encontradas pelos diretores para uma adaptação que tem lá seus desafios na transposição para um palco de teatro. Tal como já haviam feito em “Pinóquio”, utilizaram-se de tela transparente para utilização de alguns efeitos, assim como foi realizado excelente trabalho cenográfico com um fundo em relevo, que acrescidos de objetos móveis no palco que “flutuavam” constantemente para modificação dos cenários, criaram o ambiente correto que a atmosfera dessa história pede e um clima, digamos que glacial, para que os atores pudessem desenvolver seus personagens em cena. Assim como a iluminação, criada por Leandro Mariz, foi perfeita e primorosa para se obter o correto resultado cênico, realçando o efeito da neve proporcionado pelo cenário. Outro aspecto a destacar são os belos figurinos, especialmente o contraste fogo e água travado entre a Senhora do Verão e a Rainha da Neve.

 “A Rainha da Neve” é aquele tipo de espetáculo que as crianças saem do teatro fascinadas pela magia que esse conto de fadas possui, ainda mais por uma montagem eficiente feita por dois diretores que se notabilizam por fazer teatro infantil com alto grau de qualidade. Deverá ser um dos grandes sucessos da temporada infantil desse 2º semestre.

 Ficha técnica:

História: Hans Christian Andersen
Texto e Direção: Leandro Mariz e Sabrina Korgut
Iluminação, cenografia e figurinos: Leandro Mariz
Trilha sonora: Sabrina Korgut
Ilustrações: Marcela Dias
Visagismo: Tiago Higa
Marketing cultural: Glória Diniz
Camareira: Solange Lima
Cenotécnico: Luiz Antônio Camarão
Costureira Amelia e equipe
Coordenação artística Tiago Higa
Produção executiva Walkyria Bittencourt
Realização Goldfinch Entretenimento Elenco:
Francine Flach – Rainha da Neve
Marcela Dias – Rainha do Verão
Marina Tourinho – Gerda
Alex Felippe – Kay
Bruno Nunes – Príncipe Christian
Leonardo Gattuso  – Hans Troll
Jal Amorim – Picolé
Gênero: Infantil
Classificação Indicativa: Livre
Temporada: 04 de Outubro à 21 de Dezembro de 2014
Horário: Sábado e Domingo às 16h R$ 60,00 (Inteira), R$ 30,00 (Meia) – Crianças a partir de 1 ano pagam meia entrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

junho 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930