Infantil: O Que Podemos Contar


 

Marco dos Anjos, um dos diretores de teatro preferidos aqui do Botequim Cultural volta a levar aos palcos seu espetáculo “O que Podemos Contar“, nos dias 07 e 08 de junho no Teatro Dulcina, na Cinelândia. Marco, além da direção, é o responsável também pela criação do texto, que busca discutir  conceitos primordiais à família: o diálogo, o carinho e a ternura em busca de um equilíbrio no amadurecimento do adulto de amanhã.

De forma divertida e emocionante, o espetáculo ressalta a curiosidade da criança e propõe ao adulto o resgate de suas memórias, dúvidas e ansiedades infantis.

 O que podemos contar 02 foto Marco dos Anjos

Já uma marca da Trupe do Experimento, do qual Marco dos Anjos é um dos diretores, o espetáculo traz músicas inéditas que são executadas ao vivo pelo elenco.

Cada letra, cada melodia que surgia durante os ensaios gerava marcas de cenas, ideias para o cenário, provocava mudanças no figurino… A dramaturgia partiu do texto, mas só se realizou no palco devido à interferência de toda a equipe”.

Afirma Marco.

O que podemos contar 03 (Pai e menino)- Foto Marco dos AnjosNa peça, Nina é uma menina curiosa, espevitada. Perdeu seus pais muito pequena e a única lembrança e memória que tem deles é através de histórias contadas por sua avó, todos os dias, antes de dormir.

Num dia como qualquer outro, Nina brinca junto ao por do sol, quando, distraída em suas brincadeiras, é surpreendida por um viajante e sua carroça. Nela está Sem História, um homem obtuso que escolheu guardar o passado de forma que não sentisse saudade, para continuar suas infinitas viagens sem olhar para trás. Com a curiosidade e ingenuidade da infância, Nina aciona a memória do viajante e faz com que Sem História recorde momentos especiais com seu Pai e sua Mãe. Do encontro ao acaso com a “menina Nina”, Sem História percebe que, para se tornar um adulto, não é preciso romper laços com a memória. Uma fábula sobre amadurecimento, família e amizade.

Pretende-se, a partir desta montagem, incitar os pais ao diálogo com a criança e fazê-los resgatar memórias de suas dúvidas e ansiedades infantis. Um espetáculo para as crianças de hoje que propõe o resgate da eterna criança que existe em cada um de nós.

O Que Podemos Contar” é mais um espetáculo com a marca da Trupe do Experimento, que recentemente foi responsável pela peça infantil “No Embalo das Cores“. A Trupe é uma Companhia de Teatro que pesquisa, pensa, ousa e investiga linguagens para o teatro infanto-juvenil, como porta de entrada para atingir a família. Prima por um trabalho laboratorial que resulta em espetáculos com identidade própria e um repertório autoral.

A integração teatro/corpo/música é uma marca do grupo. Esta característica permeia todos os espetáculos da Trupe que trazem sempre autorias, seja na dramaturgia, nas trilhas ou nas partituras cênicas.

A preocupação em imprimir uma linguagem artística que comunique tanto ao adulto quanto à criança é um traço marcante da Companhia. A missão é fazer teatro não somente para as crianças e, sim, para toda a família.

Contudo, a criança não deixa de ser o principal foco da companhia. E fazer teatro para crianças é uma atitude de muita responsabilidade. Queremos que os pequenos tenham espaço para brincar, sonhar, imaginar, se identificar, questionar e aprender. Mais que o público adulto de amanhã, a criança é o público de agora.

Outros espetáculos do repertório: Sonho de uma noite de verão – a magia de Shakespeare para todas as idades (infanto-juvenil) ,Sofia embaixo da cama (infantil) e No Embalo das Cores (infantil).

Serviço

SONY DSCTexto e direção de Marco dos Anjos.
Elenco: Daniel Carneiro, Laura Braga, Nathalia Colón, João Guesser, Vinicius Mesquita e Monique Bernal.
Teatro Dulcina – Rua Alcindo Guanabara, 17 – Cinelândia- tel 2240- 4879.
Sábados e domingos às 16h.  R$ 10.
Classificação etária livre.
50 min.
07 e 08 de junho.

Direção musical: Daniel Carneiro
Músicas: Daniel Carneiro, Edinho Hora, Marco dos Anjos e Victor Rosalen.
Direção de movimento: Fabrício Ligiero
Preparação vocal: Andressa Mehl
Visagismo: André Vital
Cenografia: Cachalote Matos
Figurino: Carol Barros
Confecção de figurino: Paulo Kandura
Iluminação: Daniel Souza
Direção de produção: Marco dos Anjos
Realização: Trupe Produções Artísticas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30