Luiza Prado Recebe o Prêmio Botequim Cultural


 

IMG_1211 (2)

Por Renato Mello

Demorou, mas após alguns desencontros finalmente tive o privilégio de entregar na noite dessa 3ª feira(dia 27/06) a estatueta do Prêmio Botequim Cultura de Cinema para Luiza Prado como Melhor Autor(a) na categoria drama/comédia por  “Tudo que o Há Flora

Encenado em 2016 no Teatro III do CCBB, sob a direção de Daniel Herz, o texto de Luiza Prado constrói com sua dramaturgia um jogo que propositalmente embaça uma compreensão simplista para compor um quadro em que as peças não se encaixam, escapando de um senso comum para flertar com o teatro do absurdo. Seu desenho narrativo traça um olhar insólito para as camadas submersas da essência humana em que os momentos cômicos invadem as zonas trágicas de personagens presos em seus fantasmas pessoais.

Tudo que o Há Flora” trouxe para a cena teatral carioca um sopro de renovação vindo de uma jovem dramaturga que já em seu trabalho de estreia revela uma maturidade artística com um texto complexo, profundo e perturbador.

O Prêmio foi entregue durante o lançamento do livro de poesia de Luiza Prado, {Doce-amargas} prosas poéticas erráticas.

Deixo meu agradecimento para Luiza Prado pela forma extremamente acolhedora com que recebeu nossa estatueta criada pelo escultor Edgar Duvivier.

capalivro


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930