Mário Magalhães Recebe o Prêmio Botequim Cultural


 

Com o nosso blog ainda incipiente em 2012, realizamos no final daquele ano a 1ª edição do Prêmio Botequim Cultural, aonde “Marighella, O Guerrilheiro que Incendiou o Mundo” foi o grande vencedor na nossa categoria de Melhor Biografia. Muitos dos vencedores nem nos responderam quando comunicamos que eles haviam sido vencedores, Mário Magalhães foi uma exceção, dizendo inclusive que o “Prêmio Botequim Cultural” era o 1º prêmio recebido pelo livro. Na verdade nossa premiação naquele ano era apenas simbólica, uma maneira de homenagearmos quem havia realizado expressivo trabalho no campo artístico.

Um ano se passou e graças a contundente participação de público na nossa 2ª edição do Prêmio Botequim Cultural, pudemos nos estruturar melhor e acabamos por criar uma estatueta para entregar a partir de agora aos vencedores, um belíssimo Dom Quixote criado pelo escultor Edgar Duvivier. Felizmente nessa 2ª edição tivemos uma reposta positiva dos participantes, vários deles nos contactando antes que lhe fizéssemos a comunicação oficial, numa eleição que contou com mais de 5 mil votos e a partir da qual passamos a poder afirmar que o Prêmio Botequim Cultural conseguiu se estabelecer.

Nesse ano que se passou entre a 1ª e 2ª edição, “Marighella” ganhou prêmios importantíssimos, tais como o APCA e o Jabuti. Mário Magalhães colaborou nesse intervalo algumas vezes com o Botequim Cultural, nos concedendo inclusive uma entrevista(que pode ser lida AQUI), sendo a 1ª de uma série intitulada O JORNALISMO NA LITERATURA NACIONAL que é a minha série favorita aqui no Botequim, aonde posteriormente tivemos o orgulho de entrevistar outros jornalistas do calibre de  Klester Cavalcanti, Leonencio Nossa, Mauro Ventura, Ariel Palácios, Lira Neto, Laurentino Gomes, Toninho Vaz e Audálio Dantas.

Agora que temos uma estrutura mais sólida na nossa premiação, decidimos fazer uma estatueta especial para Mário Magalhães por seu Prêmio Botequim Cultural em 2012, como forma de o homenagearmos por sua eterna generosidade e disponibilidade conosco.

Muito obrigado, Mário.

Hoje, Mário publicou este texto no seu blog(cujo link original está aqui:BLOG DO MÁRIO MAGALHÃES):

Eis o novo e ilustre morador aqui de casa: Dom Quixote, esta estatueta belíssima, obra do Edgar Duvivier para o Prêmio Botequim Cultural.

Recebida com imensa alegria, a escultura só chegou graças à generosidade da Adriana e do Renato Mello, animadores do site Botequim Cultural . Na primeira edição do prêmio, com voto dos internautas, “Marighella” (Companhia das Letras, 2012) foi eleito a melhor biografia do ano _ganharia também o Prêmio Jabuti e o Prêmio APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte, de melhor biografia, além do Prêmio Direitos Humanos, como hors concours.

Só que em 2012 ainda não havia troféu, introduzido em 2013. Na camaradagem, o Renato e a Adriana me presentearam com um, com nome gravado e tudo.

Gracias, viejos!

Bem-vindo, Dom Quixote!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930