Música da Argentina


 

Ainda existe por parte de muitos aquela típica e estreita visão estereotipada de que ao se falar de música argentina ligue exclusivamente ao tango, ou no máximo a Mercedes Sosa, quando na verdade ela é muito maior e complexa que apenas tango e folclore . Lógico que amo o tango, de Gardel a Piazzolla, mas adoro igualmente outras vertentes, algumas com um perfil mais popular, la nueva canción, o folclore, influências da cumbia, do folk e também um viés mais rockeiro.

Quem acompanha o Botequim Cultural já sabe da minha paixão pela Argentina, pelo seu cinema, sua cultura, sua literatura, sua história, seus restaurantes, por Buenos Aires e também pela sua música.

Portanto, quero agora repartir um pouco algo que tanto admiro.

 

Kevin Johansen – Anoche Soñé Contigo

 Linda canção de Kevin Johansen, excelente músico e com uma voz incrível. Mantém ligação com a música brasileira através de nomes como Paulinho Moska e Paula Toller. Inclusive essa canção acima foi vertida para o português por Paula Toller.

.

Léon Gieco – Solo le Pido a Dios

León Gieco, um colosso da música argentina. Sabe como poucos unir a folclore com o rock argentino em canções repletas de conotações políticas e sociais.

.

Fito Paes – Track Track

Fito Paes talvez seja o  nome mais conhecido aqui no Brasil da música argentina contemporânea, afinal há mais de 30 anos faz presença por aqui e com inúmeras colaborações com músicos brasileiros, principalmente os Paralamas do Sucesso.

 .

Sui Generis – Rascuña Las Piedras

Sui Generis foi um duo de muito sucesso nos anos 70, formado pelo eterno polêmico Charly García e por Nito Mestre. Esta canção acima é uma das minhas favoritas, ainda mais pela sua carga emocional, faz parte da trilha do filme “La Noche de los Lápices”, um dos filmes mais emocionantes que vi. O filme fala sobre o desaparecimento de um grupo de jovens durante a ditadura militar argentina e a música entra no filme num dos momentos mais lindos, sendo cantada pelo personagens quando estão atrás das grades, num momento de desesperança. Essa gravação acima não é a mais bonita da canção, foi feita durante um show do duo que se reuniu só para realizá-lo.  Optei por ela porque tem uma participação de Gustavo Cerati. Quis fazer essa pequena homenagem a Cerati, que se encontra há 3 anos em cima de uma cama, vivendo em estado vegetativo após um AVC.

.

Los Fabulosos Cadillacs – Matador

Um dos melhores exemplos do autêntico rock argentino, repleto de influências de ska e cumbia. E ainda têm um vocalista que sabe prender a atenção, Vicentico, também conhecido como senhor Valeria Bertuccelli.

.

Charly García – Los Dinosaurios

O que falar de Charly García? Impossível para mim definir esse “Lobão” que deu certo.

 

Léon Gieco – Iluminados por el Fuego

Outra vez coloco Léon Gieco. Essa canção acima nem fez tanto sucesso e nem tanta repercussão. Mas eu adoro! Ela faz parte da trilha do excepcional filme “Iluminados pelo Fogo”, de Tristán Bauer, que infelizmente passou batido pelos cinemas brasileiros(acho que nem estreou em circuito comercial, assisti num festival).
.

Diego Torres – Color Esperanza

É meio cafoninha! Mas é preciso perceber o contexto da época em que foi lançada. Ano de 2002, a Argentina estava de joelhos perante a maior crise econômica que já vi um país ter, era o “corralito”. Num período de 1 mês o país teve nada menos que 4 presidentes. Em meio ao caos Diego Torres surgiu com essa música, que era o único alento possível, aonde tentava enxergar uma visão de esperança no futuro cantando:

Sé que hay en tus ojos con solo mirar /Que estas cansado de andar y de andar/ Y caminar girando siempre en un lugar
Sé que las ventanas se pueden abrir/ Cambiar el aire depende de ti /Te ayudara vale la pena una vez más
Saber que se puede querer que se pueda/ Quitarse los miedos sacarlos afuera/ Pintarse la cara color esperanza/ Tentar al futuro con el corazón

.

Diego Torres e Vicentico – Usted

 
Outra vez Vicentico, dessa vez num duo com Diego Torres.

 


Palpites para este texto:

  1. Adorei o “Lobão que deu certo”.Música latina e cantada em espanhol,é quase sempre associada injustamente,a dramalhão,cafonice e ao mau gosto.

  2. achei bacana demais me chamo ian guelman

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031