Nos Bastidores do Teatro Infantil: Série de Entrevistas: 17.Pedro Valério


 

pedrovalerio1

Por Renato Mello.

Diretor, ator, cenógrafo, bailarino, acrobata…a lista de atributos de Pedro Valério parece infindável. No próximo dia 28 de fevereiro, Pedro estreará um novo espetáculo infantil no teatro Vanucci, Shopping da Gávea, uma adaptação do clássico “O Corcunda de Notre Dame”, no qual dirige e atua.

Pedro Valério é o entrevistado da coluna “Nos Bastidores do Teatro Infantil”, em que nos fala sobre seu trabalho na criação desse novo espetáculo, assim como de outro trabalho que está igualmente em cartaz, “Dzi Croquetes”.

.

BC: – O que te motivou a adaptar “O Corcunda de Notre Dame”? Que elementos tem nessa história que te encantam a ponto de querer leva-la para o teatro?
PV: – Diferente da maioria das histórias infantis, o Corcunda de Notre Dame expõe todas as faces do ser humano e não apenas o olhar superficial de bom ou mal. O objetivo é mostrar para as criança e adolescentes que fazer o bem é um escolha.

BC: – O livro original de Victor Hugo possui uma alta carga dramática, trabalha com um enorme contraste social, uma atmosfera angustiante e sombria. O desenho da Disney realizou uma série de modificações para transformar um livro adulto acessível e agradável ao público infantil, transformando características de uma série de personagens. Sabemos que toda adaptação é uma recriação. Fale um pouco do processo de criação da sua história de “O Corcunda de Notre Dame” tendo essas duas versões como fortes referências.
PV: – O teatro é mais um veículo de comunicação como o filme, porém com outras ferramentas, recursos e linguagens. Para adaptar eu não escolhi o universo da Disney , muito menos o do Livro, mas sim o da História. Onde se passa, quem são essas pessoas e suas relações. Dentro desse enredo coloquei em prática minha visão como diretor unindo a direção com o cenário que também assino.

BC: – Como está sendo desenvolvido a criação do personagem do Corcunda do ponto de vista do trabalho corporal e também da caracterização física? Quem será o ator?
PV: – Eu mesmo serei o corcunda, tendo em vista a Supervisão da Heloísa Périssé e a assistência de direção da minha esposa Ana Claudia Padilha. Por sua deformidade Quasimodo possui extrema força e se movimenta pela igreja de forma acrobática. Como além de ator, sou bailarino e acrobata, uni essas características ao personagem para recriar de forma plástica a parte superior da igreja de Notre Dame onde Quasimodo mora e sua movimentação por ela.

BC: – Em relação ao restante do elenco, vários atores que dividiram o palco com você em “O Mágico de Oz”, como Nando Moretzshon, Lorena Ramos e Fernanda Biancamano estarão no elenco. Como foi o processo de escolha dos atores?
PV: – A Escolha do Elenco foi praticamente toda feita pela minha assistente de direção. Basicamente Fomos reunindo pessoas que já havíamos trabalhado em outros musicais, que fossem somar artisticamente ao projeto, mas também pensamos na convivência, profissionalismo e dedicação.

BC: – Heloísa Perissé é a supervisora geral. Qual a importância da entrada dela no projeto e no que consiste exatamente sua função?
PV: – Com a experiência dela ficamos seguros em arriscar, em fazer o novo. A função da Supervisão e ter um olhar externo ao trabalho, livre de qualquer conceito e pré-conceito que possa dar uma crítica, construtiva é claro! Estamos muito felizes com a presença dela no projeto.

BC: – Qual a sua expectativa com “O Corcunda de Notre Dame”?
PV: – A minha maior expectativa é apresentar um trabalho de qualidade e diferenciado. Tem sido um processo muito gratificando onde há muito amor envolvido por parte de todos os profissionais, desde a produção passando pela caracterização, música, adereços e figurinos até o elenco. A expectativa geral é fazer o melhor cada um na sua área.

BC:- É possível notar que seu trabalho como ator tem uma grande ênfase no desenvolvimento corporal. Você inclusive é bailarino. Qual foi sua formação como bailarino?
PV: – Formação nenhuma. Já fiz aulas com profissionais como Janice Botelho (Jazz) Jousi Sobreira (contemporâneo) e a cada trabalho aprendi um pouco nos workshops. Minha vivência no Teatro Musical e puramente prática. E minha inclusão no elenco do Dzi Croquettes me fez evoluir muito nas três áreas do Músical.

BC: – Você está atualmente no elenco do espetáculo “Dzi Croquettes em Bandália”. Como está sendo a experiência de participar desse espetáculo sobre esse mítico e fundamental grupo na cultura popular dos anos 70?
PV: – O Dzi não é apenas um espetáculo, é uma vivência. A responsabilidade é grande mas temos um comandante para nos guiar. Ciro Barcelos, integrante da formação original e nossa grande ponte com o passado e o caminho pro nosso futuro dentro dessa linguagem Croqueteana, junto claro com Bayard Tonelli e Claudio Tovar. Uma curiosidade, não digo coincidência pois não acredito nela é que Tovar fazia o chaplin na época, personagem vivido por mim na nova montagem. Ele fazia o cenário que hoje é assinado por mim e nós fazemos aniversário no mesmo dia. Por isso brinco que minha ligação com o dzi é astral.

BC: – Fale um pouco de sua preparação para ser um Dzi Croquette.
PV: – Foram meses de aula. Como o Ciro tem muita experiência, fazemos barra solo, afro, contemporâneo, Jazz, e workshops com pessoas incríveis como Brigitte Blair, Eliane Carvalho (Flamenco), Carmem Talegona, Kiko Guarabira, Ravier, e muito outros que passaram para nos ensinar algo ou mesmo contar suas versões da história.

BC: – Depois de uma longa temporada, “O Mágico de Oz”, espetáculo infantil que você atua, está chegando ao fim de sua temporada. Como foi sua experiência nessa montagem?
PV: – Foi meu primeiro trabalho com a Setembro Produções, entrei como stand-in e acabei assumindo o papel depois de um tempo. O Espetáculo é lindo e a Setembro vem apresentando projetos de muita qualidade. Isso me motivou e quando recebi o convite para dirigir o próximo espetáculo a resposta foi imediata.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

junho 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930