Philip Seymour Hoffman


 

Por Adriana Mello.

Domingo, ainda sob o impacto da morte de Eduardo Coutinho, tive conhecimento de outra trágica morte: a de Philip Seymour Hoffman.  Era um dos atores mais brilhantes da atualidade, daquele tipo de ator do qual não conseguíamos tirar os olhos em cada aparição.

Seymour Hoffman recebendo o Oscar por sua atuação em “Capote”

Em seus quase 20 anos de carreira, Philip Seymour Hoffman tornou-se cultuado no chamado cinema independente, sendo dirigido por grandes nomes do cinema: Spike Lee, David Mamet, Ethan e Joel Cohen, Paul Thomas Anderson (com quem trabalhou 4 vezes), entre outros.  Sua filmografia inclui títulos, tais como: “Boogie Nights”, “Magnolia”, “Talentoso Mr. Ripley”, “Ninguém é Perfeito”, “Quase Famosos”, “Jogos de Poder”,”O Grande Lebowsky”, “Dúvida”  “Capote” e “Quero Ficar com Polly“.

Cena de “Capote”

Hoffman era um daqueles atores que se dedicam de corpo e alma a um papel numa entrega quase obsessiva. Foi justamente essa busca pelo perfeccionismo que lhe rendeu o Oscar de melhor ator em 2005 pelo filme “Capote”, onde interpreta o escritor Truman Capote. O próprio Hoffman declarou que foi as raias da loucura pela composição do personagem. Além de “Capote”, o ator recebeu mais 3 indicações ao Oscar (todas como Coadjuvante) pelos filme: “Duvida”, “Jogos de Poder” e “O Mestre”. Ele também era um respeitado ator de teatro e recebeu duas indicações ao Tony Awards (prêmio mais importante do teatro norte americano).

Cena que adoro de “Quero Ficar com Polly”. Embora coadjuvante, suas cenas são algumas das mais engraçadas do filme

No auge do sucesso, o ator contou em uma entrevista a rede americana CBS que havia tido sério problemas drogas, mas que estava sem usá-las há 23 anos. Recentemente, ele teve uma recaída e chegou a se internar em uma clínica de reabilitação em maio 2013 para se tratar.

No ultimo dia 2, Philip Seymour Hoffman foi encontrado morto em seu apartamento usado como escritório em Nova York com uma seringa no braço. Segundo o site TMZ, a polícia teria encontrado 50 papelotes de heroína, muitos sacos cheios com drogas e cerca de 20 agulhas usadas.

Seu último trabalho foi no filme  “Jogos Vorazes”, que não teve tempo de concluir.

Philip Seymour Hoffman deixará saudades nos fãs do bom cinema, mas longa obra ainda permanecerá viva por um bom tempo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031