Pobre Juan do Rio X Pobre Juan de São Paulo


 

Voltei semana passada ao Pobre Juan de São Paulo, depois de em abril ter feito uma visita a recém inaugurada filial carioca da churrascaria paulista especializada em cortes argentinos. Deu para chegar a algumas conclusões, algumas até um pouco inesperadas sobre algumas diferenças entre ambas.

Tenho pelo Pobre Juan de São Paulo uma enorme simpatia e na minha opinião é a melhor  parrilla argentina no Brasil, tanto que depois que abriu a filial do Rio de Janeiro cheguei a gracejar que não precisava mais voltar a São Paulo porque já tinha Pobre Juan no Rio. Vã ilusão.

Bastou uma nova ida ao Pobre Juan situado no Shopping Cidade Jardim para definitivamente colocar as coisas nos seus devidos termos. Enquanto o Pobre Juan de São Paulo é um ótimo restaurante, a sua versão carioca é apenas boa.

A questão que se coloca é como há uma distância grande entre ambos se pertencem ao mesmo grupo, mesmos fornecedores, mesmo cardápio, com mesma direção e orientação. Não tenho resposta para tal questionamento, apenas minhas experiências em ambos, conforme já relatei AQUI(SP) e AQUI(Rio).

Ambos estão localizados em Shoppings voltados para um público de altíssimo poder aquisitivo, em São Paulo no Shopping Cidade Jardim(embora tenha mais 2 filiais em São Paulo) e no Rio no VIllage Mall. Outro ponto em comum, você pode escolher a vista para o Rio Pinheiros em São Paulo ou para a Lagoa da Barra no Rio. Quanto aos preços, ambos regulam, não senti diferença entre eles.

Primeiramente, o atendimento e profissionalismo da equipe de São Paulo é superior, até aí nenhuma surpresa, porque é de conhecimento público a diferença de qualidade entre os serviços prestados no Rio e São Paulo. No Rio o maitre não soube diferenciar que havia feito 2 pedidos(um chorizo de entrada e um bife de chorizo de prato principal), algo básico para qualquer pessoa que tenha o mínimo de conhecimento da gastronomia argentina. Resultado: Só veio o bife de chorizo. Pena ainda maior porque amo o chorizo do Pobre Juan e fiquei privado dele no Rio. Percebo também uma diferença na dinâmica do atendimento entre ambos.

 

o chorizo da discórdia - ao lado das empanadas

 

Segundo ponto, a qualidade do bife de chorizo que apreciei 2 vezes em São Paulo é superior ao do Rio. O do Rio estava muito bom, mas o de São Paulo excepcional.

 

bife de chorizo com papas souffle provençal e farofinha(que não existe na Argentina)

 

A sobremesa carro chefe, o churros com doce de leite havana tinha inclusive uma diferença enorme no tamanho, com os churros paulista bem maiores que o carioca.

 

churros com doce de leite

 

Brincadeiras à parte, jamais deixarei de visitar São Paulo, adoro a cidade independente ou não da presença ou existência de um Pobre Juan. Vale a pena conhecer o Pobre Juan do Rio, mas o Pobre Juan de São Paulo continua sendo uma experiência maravilhosa para quem está de passagem por São Paulo ou mesmo para seus habitantes, mas principalmente para os amantes do bom corte argentino.


Palpites para este texto:

  1. Concordo em relação ao Pobre Juan do Rio, acho um bom restaurante, nada mais do que isso.

  2. Marcelo Fernandes -

    O de São Paulo é excelente!

  3. Marcelo e Fernando, penso exatamente como vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *