Reestreia: Blackbird


 

Foto de Cena Blackbird_Viviani e Yashar_creditos de Victor Damasceno

Sucesso de público e crítica, BlackBird, do escocês David Harrower estreou na cidade do Rio de Janeiro, dia 13 de setembro de 2014, sob a direção do renomado Bruce Gomlevsky, com Viviani Rayes, Yashar Zambuzzi e Débora Ozório. Após duas bem-sucedidas temporadas consecutivas nos teatros Gláucio Gill e Casa de Cultural Laura Alvim, a peça faz sua 3ª Temporada no Espaço Tom Jobim.

SINOPSE:

Inspirada em um caso real de pedofilia, Blackbird aborda um tema de caráter social, ético e moral, através de um homem de 56 anos e uma jovem de 27, que se reencontram quinze anos depois de terem tido uma relação amorosa, quando ela tinha apenas 12 anos de idade e ele, 41. Um drama que discute sobre as consequências a longo prazo do abuso sexual, o amor entre pessoas de idades diferentes, os instintos sexuais versus os padrões éticos e morais que temos em nossa sociedade.

Mas Blackbird vai além ao dialogar com esse tema de maneira responsável e humana, sem ser unilateral, preconceituosa e sensacionalista.

HISTÓRICO DE SUCESSO DE BLACKBIRD:

  • Blackbird foi considerada pela revista Veja Rio como uma das 10 melhores peças em cartaz no Rio de Janeiro, com 3 estrelas.
  • Recebeu 4 indicações ao Prêmio Botequim Cultural nas categorias: Melhor espetáculo, Melhor ator, Melhor atriz e Melhor diretor.
  • Recebeu uma indicação ao Prêmio Shell na categoria Música.
  • Recebeu uma indicação ao Prêmio Questão de Crítica na categoria Trilha Sonora Original.
  • Considerado um dos 21 espetáculos mais populares do Site Teatro em Cena, RJ.
  • Classificada, pelo site Conexão Mundo, entre os 5 espetáculos imperdíveis no Rio.
  • Listada entre Os Melhores Espetáculos do Ano de 2014, no Rio de Janeiro, pelo Crítico Gilberto Bartholo (jurado do prêmio APTR).

A Peça

Em seu local de trabalho, Ray, um homem de 56 anos de idade, fica chocado ao ser visitado por Una, uma jovem de 27 anos. Fica evidente o desconforto entre ambos, mas logo descobrimos o motivo: quinze anos antes, quando ela tinha apenas 12 anos, e ele 41, os dois tiveram um relacionamento amoroso durante três meses, mas que, ao ser descoberto, Ray fora condenado por pedofilia. Ao cumprir sua pena, Ray muda de cidade e de nome e consegue se estabelecer em uma nova vida razoavelmente bem-sucedida. Entretanto, Una ao reconhecê-lo em uma fotografia de uma revista especializada, busca descobrir seu endereço para ir ao seu encontro. Ray a conduz ao refeitório da empresa, onde os dois se envolvem em um confronto longo e difícil que provoca contínuas lutas e necessidades para se entenderem e entrarem em acordo com suas emoções intensamente conflitantes.

SERVIÇOS
Reestreia dia 21/08/2015 com temporada até 27/09/2015, de sexta a sábado às 21h e domingo às 20h.
Local: Espaço Tom Jobim – Rua Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico
Bilheteria: segunda a sexta, das 14h às 18h – 2274-7012
Duração: 90 min
Gênero: Drama
Classificação indicativa: 16 anos
Ingressos: R$40 inteira e R$20 meia

 


Palpites para este texto:

  1. Atuação maravilhosa dos atores, nos deixando envolvidos, com tensão, compaixão, dúvida… Um mar revolto de sensações na tentativa de entender os verdadeiros sentimentos de cada um e tentando julgar qual o futuro mais justo ou provável para cada um. Parabéns a todos.

  2. Interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Calendário de postagens

junho 2017
D S T Q Q S S
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930