Sou Ateu Mas Sou Legal


 

É prática comum nas sociedades ditas civilizadas o respeito e a tolerância religiosa. Quando se pergunta a alguém sobre sua religião ou doutrina, a resposta pode obviamente variar entre católica, judaica, espírita, budista, muçulmana, evangélica, etc. Perfeito, se instala aí uma relação quase que ecumênica entre as partes, nada mais justo.

Devo confessar certo constrangimento quando tal questionamento é direcionado a mim. –“ Sou ateu!” Respondo. Percebo então um silêncio no ar, uma respirada profunda e então começa o bombardeio: “Como assim, você não acredita em Deus”; “Você fala isso da boca pra fora, lá no fundo você acredita em algo”; “E a criação do universo?”; “O milagre da vida?”; “Mas você não acredita em vida após a morte?” . Muitas vezes tais perguntas e afirmações vêm seguidas de recriminações, tipo: “Não esperava isso de você, tinha outra impressão à seu respeito”, ou tentativas de colocar em dúvida minha afirmação: “Impossível você não acreditar em Deus”, além de ameaças veladas: “não hora que você estiver no sufoco você vai pedir ajuda para ele, você vai ver só”. já ouvi até coisas como: “Que decepção!”, como se de uma hora para outra todo um julgamento de valor sobre mim tenha que passar por uma criteriosa revisão.

Quando recebo a pergunta fatídica(“qual a sua religião?”),penso com meus botões: pronto, acabou meu sossego. Se estou com um espírito um pouco mais cínico e provocador, respondo ao questionamento sobre se creio ou não na existência de Deus, dizendo: “Não tenho opinião formada sobre o assunto, não é um tema que me preocupe”, tal resposta dada com displicência acaba geralmente deixando desconcertado meu interlocutor pela minha falta de interesse por tema tão fundamental para a existência humana. Mas se estou naqueles dias em quero apenas é ficar em paz, sem polêmicas, opto por “fui criado dentro das tradições católicas” e tento mudar de assunto.

Se “revelar” ateu normalmente acaba gerando um debate, quase sempre seguido de uma tentativa de conversão, aonde percebo que meu interlocutor tem esperanças de ainda “me salvar” e me colocar no “rumo certo”. Enfim, passo a me sentir num pelotão de fuzilamento e acima de tudo, desrespeitado pela minha crença, aliás, pela minha falta de crença.

A sensação que sinto nas pessoas em relação a um Ateu é de desconfiança, afinal, como alguém que não crê no inferno, na ira divina, no julgamento final, em carma, pode ser confiável ou ter escrúpulos morais? Bem, acredito que não se precisa temer tipo de punição após a morte ou acreditar em Deus para se ter princípios éticos e morais. Não acredito em hipótese nenhuma que é a religiosidade ou sua ausência que vai moldar o caráter de um indivíduo. Mas nem todos pensam assim, como recentemente o apresentador José Luís Datena externou em um discurso sua profunda intolerância e preconceito contra os ateus, contra “quem não tem Deus no coração”. Disse entre outras coisas:

“…- Eu não faço questão nenhuma de que ateu assista o meu programa. Nenhuma. Agora, quem acredita em Deus, seja evangélico, seja muçulmano, seja judeu, seja católico, qualquer religião, entendeu, de quem acredita em Deus, continue comigo. Quem não acredita, não precisa nem votar, não. Não precisa, de ateu não quero assistindo o meu programa. Ah, mas você não é democrático! Nessa questão, não sou não. O sujeito que é ateu, na minha modesta opinião, não tem limites. É por isso que a gente tem esses crimes aí…”.

Não pretendo criticá-lo, creio que ele teve o mérito e a sinceridade de externar o que boa parte das pessoas pensam, mas não o dizem por educação ou o dizem de maneira mais sutil.

Pesquisando um pouco sobre o tema, encontrei um interessante depoimento de Drauzio Varella que vai perfeitamente de encontro com minha opinião sobre o tema, veja aqui.

Ao abordar tal tema, devo dizer que procuro medir cada palavra porque ao dizer que não acredito em Deus, é comum as pessoas se sentirem incomodadas e até ofendidas. Não tenho essa intenção . Não estou ofendendo Deus ou negando sua existência, tal sentença nada mais é do que minha convicção, minha opinião pessoal, a qual tenho direito de tê-la, assim como você,caro leitor, tem as suas.

Não se impressione se você me encontrar dentro de uma igreja. Como já me referi, tive uma formação católica, venho de uma família católica e minha mulher é católica. Da mesma maneira que você poderia me encontrar sem o menor problema numa sinagoga se eu fosse casado com uma mulher judia. Minha filha, foi batizada e seguirá a religião e crença que bem entender, jamais irei interferir nesse assunto ou mesmo “fazer sua cabeça”. Respeito todas as religiões e crenças, a única coisa que não abro mão é que ser ateu é um direito meu.

Acreditem em mim, sou ateu, mas sou legal.


Palpites para este texto:

  1. Caro colega lendo este texto acabo espelhado-me nele, pois passo pelas mesmas situações, por incrível que pareça minha família: mãe, esposa, irmãos me compreendem e respeitam-me. Porém outras pessoas já é bem complicado, tenho como exemplo meus colegas de trabalho, uma vez foi conversado sobre religião, não falei por questões obvias que era ateu, porque já não falando foi pior do que a declaração do Datena, para meus colegas sou religioso nato, pelo fato de ter um certo conhecimento das ” Escrituras Sagradas “. Mais isso não atrapalha-me em nada vivo minha vida normalmente pagos minhas contas saio com minha esposa e meus sobrinhos, chego a levar minha família na igreja tenho afilhados não tenho problema com isso, em fim levo uma vida nos moldes da sociedade, mesmo não crendo em um ser superior. Bom foi muito interessante ler seu texto pois como quase não conheço, vejo que nós passamos pelas mesmas situações. Abraços.

    ATT Guaraci

    • Ola Guaraci, bem vindo amigo! Quando escrevi esse texto, foi um desabafo por muitas vezes me sentir desrespeitado pela minha falta de crença, que acredito seja um direito meu e nem por isso eu ou você somos melhores ou piores que ninguém, só porque não acreditamos que nossos atos serão julgados ou coisa parecida. Grande abraço e volte sempre.

  2. Sou Ateu Mas Sou Legal | Botequim Cultural Sou Ateu e estou indicando este site de Namoro Ateu! Quem procura um amor ou amizades e é Ateu, acesse http://www.namoroateu.com.br/ Fica a Dica Amigos!
    Casamento Ateu http://www.namoroateu.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *